quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Resenha - “Anna e o Beijo Francês” de Stephanie Perkins

Por Francine Estevão


Título original: Anna and the French kiss
Título nacional: Anna e o beijo Francês
Autor: Stephanie Perkins
Tradução: Fabiana Paganini de Andrade
Lançamento: 2011
Páginas: 288
Categoria: Romance/Juvenil
Editora: Novo Conceito


Sinopse: Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris. Porém, seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, sua fiel melhor amiga e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito, que além de muitas qualidades, tem uma namorada... Anna e Étienne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?



“Anna e o Beijo Francês” não é o romance do século, mas é uma bonita, doce e divertida história de amor e amizade. Despretensioso e totalmente incrível.
Anna é mandada para Paris pelo pai (que é a ‘cara’ do Nicholas Sparks – “seu sonho de ser o próximo grande escritor do Sul (...) então ele começou a escrever esses romances (...) sobre ‘pessoas com bons valores americanos que se apaixonam e então contraem doenças que lhe ameaçam a vida e morrem’.”) e por mais que isso seja o sonho de milhares de jovens de 18 anos em todo o mundo, esse não era o sonho dela.
Deixar para trás a vida a qual estava acostumada – seu irmão, sua melhor amiga, seu quase namorado e seu emprego em um cinema local em Atlanta – não estava nos seus planos. Assim, a jovem se sente completamente perdida e triste quando se vê sozinha no seu quarto no dormitório de calouros da Escola da América em Paris.
Logo, Anna faz amizade com Meredith, Rashimi, Josh e St. Clair, um grupo de antigos amigos que ajudam a garota a se adaptar a nova realidade.
Diante de um cenário incrível como Paris, Anna e St. Clair acabam se apaixonando – secretamente – afinal ele tem namorada e Meredith está na lista das garotas apaixonadas por ele.
O tempo e as ocasiões acabam unindo e afastando os dois em alguns momentos ao longo da história que tem um final quase previsível, mas não de um jeito decepcionante.
Uma boa história, bem contada, com bons personagens que te conquistam do início ao fim e a narrativa em primeira pessoa faz da leitura super agradável e apaixonante (devorei o livro em três dias).
Além disso, dá uma super vontade de estar lá com eles.
Um livro que tem tudo para virar filme.


3 comentários:

  1. Parabéns pela resenha! Já li Anna e o Beijo Francês e amei! Ele é perfeito! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Realmente o livro é muito bom. Obrigada pelo comentário, Vanessa.

    ResponderExcluir
  3. Oii Amei a resenha!!!
    Estou louca para ler esse livro faz um bom tempo! Todos falam muito bem. Acabei comprando e estou louca para que ele chegue! Comprei também Lola e O Garoto da Casa ao Lado.
    Amo histórias nesse estilo... Divertido, leve, doces.

    Parabéns pela resenha! Beijos

    ResponderExcluir