terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Resenha - "Silêncio" de Becca Fitzpatrick

Por Roh Dover


Contém spoiler para quem não leu os livros "Sussurro" e Crescendo".

Título Original: Silence
Título Nacional: Silêncio
Autor:
Becca Fitzpatrick
Ano de Lançamento:
2012
Número de Páginas:
301
Categoria:
Romance Sobrenatural/ YA
Editora:
Intrínseca

#3 série Hush, Hush



Sinopse: Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da mãe. Em meio a tudo isso, Nora é assombrada por constantes pensamentos com a cor preta, que surge em sua mente nos momentos mais improváveis e parece conversar com ela. Alucinações, visões de anjos, criaturas sobrenaturais. Aparentemente, nada disso tem a ver com sua antiga vida. A sensação é de que parte dela se perdeu. É então que o caminho de Nora cruza o de um sexy desconhecido, a quem ela se sente estranhamente ligada. Ele parece saber todas as respostas… e também o caminho até o coração de Nora. Cada minuto a seu lado confirma isso, até que Nora se dá conta de que pode estar apaixonada. De novo.


“Silêncio” de Becca Fitzpatrick, terceiro livro da quatrilogia “Hush, Hush”, é assim como “Sussurro” e “Crescendo”: um livro com uma narrativa poderosa, atraente e sufocante. Não do tipo ruim de sufoco, mas do tipo que quando você se dá conta, depois de ter lido 50 páginas, ainda está prendendo a respiração.

O tipo de livro que te faz suspender o caderninho de anotações só para não perder um único minuto descrevendo algo, quando você na verdade está devorando-o. Os olhos giram de um lado para o outro tão rápido que as linhas e palavras se perdem e você entra no mundo de Nora. No enredo agitado, emocionante e com muita ação de Nora e Patch.

Neste livro, Nora não se recorda dos últimos cinco meses de sua vida, isso inclui que ela não lembra nada que ela nos contou no primeiro e segundo livro da série, muito menos de Patch. “Crescendo”, o segundo livro da série, foi lançado há tanto tempo que os fãs da saga, como aconteceu no caso desta blogueira que vos fala, esqueceram alguns acontecimentos importantes para começar o enredo de “Silêncio”, porém Becca organizou uma estrutura perfeita em sua trama, lembrando a nós, leitores, importantes narrações feita por Nora nos outros dois livros, sem deixar a narração problemática para aqueles que se recordavam muito bem, e recordando aqueles que, assim como Nora, sofreram uma lavagem cerebral durante o tempo entre o lançamento de “Crescendo” e "Silêncio”.

Nora não se lembra de Patch, mas ele continua aparecendo em todas as páginas da narração, agora como Jev, o que faz com que fique estranho ler a palavra Jev, sabendo que na verdade é Patch, porém a escritora nos faz ler muitas e muitas vezes esse nome. Em “Silêncio” iremos conhecer mais sobre os desejos e poderes de Hank Miller, e uma surpresa agradável: iremos conhecer o interior da casa de Patch, algo incrível para nos aproximarmos mais deste anjo caído dos céus e perfeito para qualquer menina. Além da casa, os leitores podem sentir que Becca descreveu mais os sentimentos de Patch por Nora, algo que ela expões mais neste livro, deixando o misterioso Patch nos agraciar com suas defesas caídas.

A escrita e narração de Becca continuam impecáveis nesta sequência de "Hush, Hush". Com um toque de humor e muita ação, a escritora prende qualquer leitor ávido por uma história empolgante e um romance juvenil cheio de ação.
Esta resenha também pode ser lida no blog TriBooks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário