sábado, 25 de fevereiro de 2012

Extras de “A Visita Cruel do Tempo”

Por Francine Estevão

Para alguns, o livro “A Visita Cruel do Tempo” é o melhor livro dos últimos tempos. Para outros, o livro é confuso.


Jennifer Egan (que vai estar no Brasil para a Flip) fez uma introdução para dirigir os leitores do livro. Uma prévia apresentando suas diretrizes enquanto escrevia a obra: 1) Cada capítulo deve ser sobre um personagem diferente. 2) Cada capítulo deve ter seu próprio humor, tom e conceito. 3) Cada capítulo deve ser autossuficiente.

Para ficar ainda mais visível a “confusão” do livro, um mapa (http://www.filosophy.org/projects/goonsquad/) sinaliza a página com cada encontro entre os personagens e as conexões causadas por esse momento.

Quem quiser se aprofundar mais nesse extra de “A Visita Cruel do Tempo”, o Guia de Leitura (http://issuu.com/intrinseca/docs/guialeitura_visitacruel_issuu__2_) destaca os tópicos centrais do romance e dá até sugestões de novas leituras.



Nenhum comentário:

Postar um comentário