quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Resenha - "Portrait of My Heart" de Patricia Cabot

Por Francine Estevão



Título Original: Portrait Of My Heart
Título Nacional: Retrato do Meu Coração (sem previsão de lançamento no Brasil)
Autor: Patricia Cabot
Lançamento: 1999
Páginas: 233 (versão digital)
Editora: St. Martin's Paperback
Categoria: Romance


Sinopse: Jeremy, duque de Rawlings, é expulso de Oxford após quase matar um homem durante um duelo. Tal feito não deveria surpreender a ninguém uma vez que já fora expulso do Eton e Harrow anteriormente. Quando Jeremy reencontra sua amiga da infância, Maggie Herbert, depois de anos, acaba comprometendo-a. Embora ela sempre tenha amado Jeremy, não deseja ter relação alguma com o homem frívolo no qual se tornou. Em vez de aceitar sua oferta de casamento, vai a Paris para estudar pintura. Jeremy se incorpora ao exército e serve na Índia. Cinco anos depois, Jeremy retorna à Inglaterra com um propósito em mente: ganhar o coração de Maggie, que já tem um noivo. Quer recuperá-la e desta vez para sempre.

11 anos se passaram desde que Edward e Pegeen se casaram em “A Rosa do Inverno”. E mesmo com muitos filhos (7 no final de Portrait), eles ainda são o casal mais lindo de todos os livros que já li.

No entanto em “Portrait Of My Heart” (livro que dá continuidade ao livro “A Rosa do Inverno; tristemente não traduzido e não lançado no Brasil), quem toma conta da história é Jeremy, o sobrinho do casal que era apenas um garotinho no primeiro livro.

Rejeitando assim como o tio o título de Duque, Jeremy entrou em universidades e foi expulso delas. A última vez foi quando ele se envolveu em uma briga por causa de uma moça e então voltou para Rawlings onde reencontrou uma antiga amiga de infância, Maggie.

A filha do administrador das propriedades dos Rawlings é muito diferente das irmãs e tem um comportamento julgado inadequado para damas. Além do temperamento forte, da determinação e do jeito moleca, Maggie é também uma pintora talentosa, o que causa uma briga futura com sua família.

Quando os dois se reencontram ambos estão extremamente diferentes. Maggie já é uma mulher formada e Jeremy se tornou um lindo homem (como seu tio que teria tudo pra ser interpretado pelo Hugh Jackman).

As coisas entre eles acabam se desenrolando com mais rapidez do que todos esperavam e do que era aceitado para a época, então ao serem pegos juntos, Edward espera que o jovem tome uma decisão digna de seu título. Ele então pede Maggie em casamento, mas ela não aceita.

Depois da recusa que termina com um divertido diálogo, (- Aonde você vai? O jovem a olhou com um sorriso ligeiramente torcido. - Eu não sei. Ao Inferno, eu acho. - Oh, - respondeu a garota. Bem, dê lembranças ao diabo para mim.) Jeremy parte para a Índia para trabalhar no exército, mas é quando ele volta e encontra Maggie noiva de um francês e ele envolvido em uma grande confusão com uma princesa indiana que as coisas se desenrolam.

Sou suspeita para falar dos livros da Meg Cabot, principalmente das histórias que ela escreve como Patrícia Cabot, mas devo dizer que quem gosta desse tipo de história, romance histórico, não pode deixar de ler “Portrait Of My Heart”, mas claro, leiam antes “A Rosa do Inverno”.

A história é extremamente envolvente, do começo ao fim, e capaz de despertar muitas risadas e muitos suspiros. Como Patricia, Meg Cabot é excepcional em descrever cenas românticas e com tantos detalhes que é capaz de transmitir ao leitor todos os detalhes que contém a cena.

Devo destacar também que adorei a Maggie. Além de ser uma personagem feminina completamente diferente das personagens femininas de época, que geralmente são extremamente delicadas e cheias de frescuras, ela é super engraçada e autêntica.




Nenhum comentário:

Postar um comentário