quarta-feira, 23 de maio de 2012

CLUBE DO LIVRO FNAC: Quinto Encontro da Sociedade do Livro no Espaço Eventos da FNAC Ribeirão Preto

Por Sociedade do Livro



Aconteceu na terça-feira, 22 de abril, às 19h30, o quinto encontro da Sociedade do Livro no espaço de eventos da FNAC Ribeirão Preto. O encontro proporcionou um debate do livro “Se Eu Morrer Antes de Você” de Allison Brennan e um bate-papo com a escritora Vanessa Bosso, que lançará no mês de junho o livro “Possuída”.
O primeiro tópico discutido entre os presentes foi a capa e o título do livro. Por unanimidade, concluímos que o título original do livro “Love Me to Death” e o título traduzido “Se Eu Morrer Antes de Você” não tem absolutamente nada a ver com o enredo do livro. E nossas esperanças foram até a última frase do último capítulo “ali vai explicar o porquê!” – e bem, não explicou. Tentamos entender, colocar alguns fatos do livro na mesa, e entendemos que – não tem o que entender.
Partimos então para o tema da história, estupradores que estão na condicional, ou seja, que cumpriram um tempo da pena e que por algum acordo com a justiça, conseguiram sair antes da prisão. Lucy, a personagem principal conhece bem este tipo de vilão, já que há seis anos sofreu abuso sexual durante dois dias, para a infelicidade dela e criatividade da autora, tudo foi passado ao vivo pela internet. Agora Lucy trabalha para a PMC, um laboratório ligado ao FBI, e graças ao Mestrado da Lucy, o PMC agora tem uma tecnologia que consegue captar nas salas de bate-papo possíveis estupradores que estão na condicional e que voltaram a estuprar. Lucy marca um encontro com eles e a polícia pega o criminoso e consegue devolver para a prisão. Só que tudo sai do normal quando os estupradores não aparecem no encontro forjado por Lucy, já que todos eles começam a morrer.
Discutimos que o tema foi bastante interessante, a autora desenvolveu esse lado muito bem, entre o enredo também se podia enxergar como a justiça tem vários fios soltos, e entre acordos e acordos, assassinos e estupradores saem sempre ganhando. Comentamos que este fato lembra o filme “Código de Conduta” com o ator Gerard Butler, que faz o papel de um vingador que tenta fazer justiça com as próprias mãos depois que a juíza solta o estuprador de sua mulher e de sua filha.
Em “Se Eu Morrer Antes de Você”, também vemos alguns tipos de vingadores, mas não concordamos com a visão dos personagens, já que eles tratam os vingadores como vilões, e para nós eles são os super heróis. A própria Lucy deveria parabenizá-los por fazerem a justiça. Mas também houve comentários sobre esse episódio em questão e que Lucy na verdade só estava com raiva de ter sido traída – mais questões reveladoras sobre este fato não serão bem-vindas a este post!
Comentamos também sobre um policial achar que Lucy era a suspeita já que a muito tempo atrás foi ela quem matou seu estuprador com seis tiros no corpo. O policial comenta “seis balas era uma carnificina”. Discutimos que no estado de Lucy, qualquer um aniquilaria um tipo de cara como aquele.
Encerramos o debate principal discutindo sobre se o livro foi bom ou não. Há aqueles que preferiram o estilo de Harlan Coben em “Cilada”, debate principal do mês de abril da Sociedade, que acharam que “Se Eu Morrer Antes de Você” enrolou em algumas partes e que houve muito romance para um livro com tema de suspense policial. E teve aqueles que acharam a narrativa de Allison Brennan bem mais ativa que “Cilada”.  
Antes de finalizar a discussão principal, lembramos que a revisão do livro nos chamou a atenção. Entre os erros, existiram muitas palavras juntas e erros de concordância que não teve como não debatermos no encontro.  Finalizamos com a melhor citação do livro:
“- Porque você é Deus? É assim que você se vê?
- Não, acho que vou para o inferno, mas achei melhor mandar alguns desses bastardos antes de eu chegar.”


Mas o Clube do Livro desse mês não se encerrou por ai. Chamamos a escritora Vanessa Bosso para sentar com a gente no palco do espaço de eventos da FNAC e contar um pouco sobre sua vida de escritora. Vanessa já lançou os livros “O Elemental”, “2012”, “O Imortal”, “Senhor do Amanhã” e dia 14 de junho lançará o livro “Possuída”.
Entre o bate-papo em que comentamos sobre trilogias, “Diários do Vampiro” e o brilho do vampiro Edward de “Crepúsculo”, Vanessa nos contou que obtém ajuda do marido nerd para escrever ficção cientifica, e confessou que nem o marido nem a filha lêem seus livros. Falou também que em “O Imortal” o primeiro pensamento que teve foi o título do livro, e que ter o final de um livro já construído em sua mente não ajuda tanto quanto as pessoas pensam. Sua imaginação para escrever veio se agregando conforme obteve experiência, e que vários fatores a ajudaram a ser o que é hoje.
Sobre o “Senhor do Amanhã” Vanessa conta que teve em média dois meses de pesquisa sobre conspirações para escrever o enredo da história, e que o livro logo estará traduzido para o inglês. Comenta também que acha que a internet e os blogs literários ajudaram na divulgação do ramo dos escritores nacionais e que impulsionou as editoras a investirem mais nos autores do país.
Também falou que existem quatro beta-readers que a ajudam a investir em sua carreira de escritora, e que a incentivam a terminar um livro. Contou que não é fã de trilogias e que provavelmente seus leitores nunca a verão escrever uma série.
Nós, coordenadoras da Sociedade, nem precisamos dizer que este encontro foi super empolgante, amamos o bate-papo com a Vanessa e adoramos as participantes que voltaram para debater conosco este mês. 
Depois do bate-papo, foi a hora das indicações para o encontro de junho da Sociedade, os livros indicados foram: “Private” de James Patterson, porém depois de várias reclamações de que o nome da Sociedade iria mudar para “Máfia do Livro” de tantos livros policiais que havíamos debatido, a coordenadora mudou sua indicação para “O Encontro” de Richard Paul Evans. Já outra coordenadora deixou de lado sua indicação de “Em Busca de Zoe” de Allison Noel para indicar “O Senhor do Amanhã” e “Possuída” de Vanessa Bosso, para alegria de todos os participantes, outros indicados foram “O Sonho de Eva” de Chico Anes e “@mor” de Daniel Glattauer. Com a maioria dos votos, “Possuída” foi o vencedor para  o debate principal do encontro de junho.
Na hora de dar tchau, finalizamos o encontro com os sorteios dos livros “O Imortal”, “O Senhor do Amanhã” e “Possuída” disponibilizados pela Vanessa Bosso, além dos bloquinhos super fofos de “A Maldição do Tigre” e “O Aleph” de Paulo Coelho doados pela editora Arqueiro.





Agradecemos o apoio da FNAC Ribeirão Preto por ceder o espaço eventos para os encontros mensais. Também agradecemos a presença da Vanessa Bosso – sério, esse encontro foi demais! – Agradecemos as editoras parceiras: Editora Arqueiro e Universo dos Livros por fazerem as alegrias dos participantes disponibilizando livros e brindes para os encontros e aos nossos participantes presentes: Carla, Camila, Kátia, Vanessa, Camila, Simone, Cristina e Sérgio.

Assim que fechar a data do encontro de junho, postaremos aqui no blog e nas redes sociais. Esperamos vocês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário