segunda-feira, 4 de junho de 2012

Escritores Carolina Munhóz e Raphael Draccon participam da 12ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto

Por Maju Raz

Ontem, pela tarde, os jovens escritores Carolina Munhóz e Raphael Draccon participaram do Salão de Ideias da Feira Do Livro. 

Carolina Munhóz é jornalista e romancista, além de ser integrante do Potterish, um dos maiores sites de Harry Potter do mundo. A escritora foi eleita como a melhor autora jovem de 2011 pelo Prêmio Jovem Brasileiro. Escreveu “A fada”, lançado em 2010 e no mês de julho irá lançar seu segundo livro “O inverno das Fadas”.

Raphael Draccon é escritor, roteirista profissional e colunista. É o autor mais jovem a assinar com a editora espanhola Planeta do Brasil. Indicou a obra de George R.R. Martin, “Crônicas de Gelo & Fogo”, para a editora Leya e tornou-se responsável por sua estreia no Brasil.  É autor da trilogia “Dragões de Éter” que atingiu a marca dos 130mil exemplares no Brasil. É autor também de “Espíritos de Gelo”.

Os autores falaram sobre todas as dificuldades que passaram até se tornarem escritores, suas experiências, a importância da leitura e suas paixões pelos livros. Discutiram também sucessos como Harry Potter e Crepúsculo e sobre literatura fantástica, gênero literário (criado pela imaginação) que ambos escrevem. 

A plateia fez várias perguntas para os escritores. Uma delas foi “Como lançar um livro sendo-se que sou iniciante?” Carolina disse que força de vontade é o começo. “A princípio escreva sem preocupações, mas depois como uma boa revisão você segue a estrutura, pois no livro existe uma estrutura, existem certas partes que você tem que ter um acontecimento muito grande que vai revolucionar a vida daquela personagem”. E Raphael completou: “Muitos acham que ser escritor não é um trabalho. Quando jovem eu ficava escrevendo muito tempo no computador e acho que minha mãe até pensava que eu ficava jogando emulador né (risos). Mas tem que ser encarado como um trabalho mesmo. Eu sento lá todo dia e tenho uma meta de dez páginas por dia, existem outras metas né, mas escreva nem que for uma página por dia”.

Por fim, os autores agradeceram a presença da plateia e autografaram seus livros.







Um comentário: