quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Resenha: "Ser Clara" de Janaina Rico


Por Francine Estevão

Título: Ser Clara
Autor: Janaina Rico
Lançamento: 2012
Páginas: 288
Editora: Underworld
Categoria: Romance, Chick lit

Sinopse: Clara é uma jovem brasiliense, de 27 anos, que está envolvida com os preparativos do casamento de sua melhor amiga, Laura. Durante a festa conhece um médico rico e famoso, o homem dos sonhos de qualquer mulher. Porém, acaba se envolvendo com um colega de adolescência. Mal sabe ela os obstáculos que viverá pela frente, tais como uma sogra desesperada e até mesmo tentativas de assassinato, até que consiga decidir o que quer da vida.
Trata-se de um livro de linguagem simples e atual, que descreve o cotidiano, os sonhos e as aventuras de uma mulher vivendo entre a realização de uma vida independente e o desejo de conhecer e viver um grande amor.
Clara, Laura, João Thomas, Léo são personagens que encontramos em nosso dia a dia, no trabalho, nos bares, nas festas. Um passeio pelos desejos e sonhos do imaginário feminino.


Clara é o tipo de mulher que poucas mulheres gostariam de ter por perto. Linda, gostosa e convencida, a professora de português em uma escola de Brasília sabe como conquistar um homem e não vê problemas nisso. Mas ela já está chegando aos 30 e, enquanto prepara o casamento da melhor amiga, Laura, ela começa a pensar que é hora de ela arrumar alguém com quem passar o resto de seus dias. Mas para ela, é difícil deixar de lado a vida de festeira que tem.

No entanto, no casamento da melhor amiga, ela acaba se envolvendo com o padrinho João Thomas. Depois de uma noite maravilhosa com ele, ela é assaltada e fica sem celular, sua única fonte de contato com ele enquanto Laura e o marido não voltam da lua de mel.

Nos dias seguintes, Clara acaba reencontrando antigos amigos de colégio, entre eles Vitinho e Leo, o amigo companheiro, engraçado e fofo que acaba se mostrando apaixonado por ela.
Em meio a muito rolo e diversas cenas hilárias (chorei de rir com a da dengue), a autora Janaina Rico nos conta uma história sobre a gente. Isso mesmo, ou vai me dizer que nunca teve dúvida sobre nada na sua vida?

Com o tempo, Clara vai ter que tomar decisões sobre coisas que não tem certeza, vai ser ver envolvida em uma loucura enorme envolvendo a família de seu namorado e sua melhor amiga e vai viver situações que ninguém nunca imaginou viver.

Confesso que tive sérios problemas para me entender com a Clara e acabei gostando muito mais da Laura, apesar de ela também não ser muito normal (rs), mas acho que isso é legal na história porque a gente, geralmente, acaba idolatrando os personagens principais, que, na maioria das vezes, são a perfeição em personagem. Mas Clara não é assim. E tenho que confessar que eu torci o tempo todo pra que ela ficasse com o Vitinho e terminasse o livro com o Léo. Como sou conhecida por adorar spoiler, não vou dizer se essas coisas acontecem ou não. Então, leiam e encontrem seus personagens favoritos. Ah, as irmãs da Clara também são muito legais, adorei elas.

O livro é bem comédia no começo, mas lá pro meio acaba envolvendo uns dramas. No entanto, a leitura é super fácil e você acaba o livro rapidinho.

3 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Fran! Já li Ser Clara e curti bastante. Só achei que teve um excesso de palavrões no livro. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs Verdade Vanessa, tem bastante palavrão, às vezes meio fora de hora, mas curti mesmo assim! rs

      Excluir