quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Vamos falar de distopias?!

Por Francine Estevão




Nos últimos dias, tenho postado algumas resenhas de DISTOPIAS aqui no blog (“Divergente”, “Delírio”, “A gente ama, a gente sonha”). Isso porque, em janeiro e em fevereiro, esse vai ser o tema dos encontros do Clube do Livro Ribeirão. Então hoje, resolvi falar um pouquinho sobre o gênero. Espero que entendem que o que vou falar é minha opinião e nada muito fundamentado em algo.

Nunca curti muito o gênero e até hoje me criticam por não ter lido nem assistido “Jogos Vorazes” (embora eu tenho prometido que vou tentar, o filme, o livro ainda não tenho certeza). Não sei, acho tudo meio “viajado”, confuso, e não consigo me concentrar muito bem na história e ai acabo não gostando e desistindo da leitura.

“Divergente” mudou completamente esse meu ponto de vista. Amei o livro e acredito que a boa construção dos personagens e da história colaborou para que eu tivesse gostado tanto.
Já “Admirável Mundo Novo” não me levou muito além das primeiras páginas, embora eu ainda queira dar mais uma chance a ele.

Por outro lado, deixando de lado minha implicância com o gênero, acredito que ele também tem seus pontos positivos. Por exemplo, geralmente são livros que fazem críticas e levantam discussões relacionadas à política e aos valores sociais. Além disso, essas histórias nos deixam intrigados – pelo menos a mim. Quando vemos as mudanças pela qual o mundo em que vivemos vem passando e lemos coisas que seriam, supostamente, consequências desse nosso cotidiano cada vez mais doido, acho que ficamos com um pulguinha atrás da orelha: será que estamos mesmo caminhando para isso? Vai saber, né?!

E apesar de o gênero distopia ter voltado à tona mais recentemente, acho que muito por “culpa” de “Jogos Vorazes”, ele não foi criado ontem. Alguns livros bem antigos, como o já citado “Admirável Mundo Novo” e “1984” também se enquadram em distopias.

E ai, já leram muitas distopias? Curtem o gênero? Qual o livro favorito?

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Ainda não li, acredita? Mas lerei, com certeza!

      Excluir
  2. Oi, Fran!

    Olha... acho que vou ser apedrejada (HAHA) mas não tenho vontade de ler esse gênero. Nada me anima, nem me deixa curiosa, sabe? Como ser implicância assim como era com você, mas não me animo mesmo. .-.

    Acho que A hospedeira também é uma distopia, embora não seja antigão como os outros dois que você citou ao final.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser dar uma chance pro gênero, Jana, comece com Divergente. Acho que vale a pena rs.
      Hospedeira tb é sim, mas nunca li.

      Excluir
  3. Delírio é um ótimo livro. Envolvente e cativante

    ResponderExcluir