quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Resenha: "Senhor do Amanhã" de Vanessa Bosso

Por Francine Estevão

Título: Senhor do Amanhã
Autor: Vanessa Bosso
Lançamento: 2011
Páginas: 435
Editora: Dracaena
Categoria: Ficção

Agradecimento especial a Vanessa, que me deu o livro de presente! hehe


Sinopse: Cuidado! Enquanto lê essa sinopse, eles estão de olho em você. Seus e-mails, telefonemas e até os seus pensamentos estão sendo cuidadosamente vigiados. E arquivados. A Nova Ordem Mundial é uma realidade e a agenda global segue no intuito de eliminar 70% da população terrestre. No mundo atual, nada é o que parece ser. Não acredita? Então leia e descubra o que ninguém quer que você saiba. Descubra quem será o Senhor do Amanhã.



Esqueça tudo o que você sabe sobre 11 de setembro ("a maior farsa da história mundial", p.68) e outros eventos que chocaram o mundo. Em "Senhor do Amanhã", Vamessa Bosso nos leva a questionar tudo o que vem acontecendo com o planeta desde eventos naturais como tsunamis até ataques terroristas. Afinal, pode ser que tudo não seja mais do que uma conspiração.

O livro é dividido em quatro partes começando em 2001 e terminando em 2016. Ao longo da história, acompanhamos a jornalista Helena e Michael e dois agentes do FBI, Jack e Jim, tentando desvendar e mostrar ao mundo um segredo: o ataque às torres gêmeas não foi um ato terrorista assim como muitos eventos futuros não serão obras do acaso. Tudo está programado na agenda global que tem o objetivo claro de reduzir a humanidade e controlar tudo e todos que sobrarem, dando assim, soberania ao personagem conhecido como Mestre.

Enquanto novas pessoas vão se juntando ao grupo que tenta evitar o que podemos chamar de o fim do mundo como o conhecemos, outras pessoas vão morrendo ou sumindo misteriosamente enquanto essa "seita" tenta dominar tudo.

Já ouvi dizerem isso na internet e, agora, mais do que nunca, concordo: Vanessa Bosso é uma especialista em fim do mundo rs. A história é extremamente envolvente a ponto de nos deixar como uma pulguinha atrás da orelha. Faz a gente ficar intrigado com os acontecimentos passados e torcendo pra que no futuro nada do que ela disse ali aconteça rs.

Além da hisória ser excelente, a gente acaba lendo rapidinho por causa da linguagem simples e direta e dos capítulos curtos.

E cara, como eu adorei o Key, um hacker que trabalha para o governo em troca de não ser levado para a prisão! Sério, ele é, de um jeito esquisito, o personagem mais engraçado e foda da história rs.

2 comentários:

  1. KKKKKKKKKKKKK... o Key é o fodão!!!!!!!! Ficou paranoica ou não, Fran?? Se vc for pesquisar todos os eventos citados, ficará chocada. Beijão e parabéns pela resenha, ficou excelente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô até com medo de procurar, viu Van?! hahaha
      Obrigada e adorei o livro! bjo

      Excluir