domingo, 31 de março de 2013

Feliz Páscoa!




Olá queridos leitores e leitoras! Hoje é domingo de Páscoa e a Sociedade do Livro não poderia deixar de vir desejar a vocês uma Páscoa Fantástica!

Como sabem a Páscoa é uma data especial que comemora a ressurreição de Cristo...

Independente da sua crença e/ou religião recebam essa mensagem de Feliz Páscoa com direito a muitos chocolates e livros! =D



“Nesta época pascal, limpe a poeira que por ventura estiver impedindo que você enxergue que viver é um ato de amor! Renove tudo que for contrário a isso e renasça!

Que a alegria da Páscoa invada o seu coração e o daqueles a quem ama, irradiando luz para iluminar e fazer brilhar o mundo em que vivemos, enchendo-o de amor e paz!
Feliz Páscoa!

sábado, 30 de março de 2013

DICA: Livros e Chocolate

Por Maju Raz


Fonte imagem Tudo com Tudo

Que amanhã é Páscoa todo mundo já sabe, então que tal falarmos de livros com o tema CHOCOLATE? Huuuuum!!! Eu não conheço ninguém que não goste de chocolate, alguém aí conhece?

Segundo o Wikipedia a palavra chocolate tem sua origem a partir de línguas indígenas, porém sua origem não é inteiramente esclarecida, existindo versões diferentes para a palavra: “xococ”, "xocolātl" etc. Segundo Ignacio Davila Garibi (cientista mexicano estudioso da linguística histórica) “os espanhóis construíram a palavra usando o termo Maia “chocol” juntado com o termo asteca “atl”, que significariam “chocol” (quente) com o “atl” (água).” Este mantimento foi usado como bebida por muito tempo até a Revolução Industrial e depois passou por aperfeiçoamentos sendo misturado ao leite e produzido no formato de barras. Muitas pessoas aprimoraram os processos de produção do chocolate. Uma dessas pessoas conhecemos como Henri Nestlé que juntamente com Daniel Peter fundaram os chocolates Nestlé.

Agora que já estamos com água na boca pensando nos chocolates que poderemos ganhar e comer amanhã vamos aos livros:

Skoob: "Chocolate" - "Amor e Chocolate" - "Fantástica Fábrica de Chocolate"
Skoob: "Sangue e Chocolate"  - "Sabor de Sangue e chocolate" -  "Morango e chocolate"
Skoob: "O clube das chocólatras" - "O mistério do chocolate" - "Baunilha e Chocolate"

Skoob: "O melhor livro de chocolate do mundo" - "Chocolate por que gostamos tanto?" - "Larousse do chocolate"


Alguém conhece mais alguns títulos com CHOCOLATE?



quinta-feira, 28 de março de 2013

DICA: Como arquivar melhor Revistas e Quadrinhos

Por Maju Raz






Mês passado falei de como conservar melhor os livros ("Na vertical é mais legal"), mas uma coisa que muitos também leem e até colecionam são as revistas e HQs. Então como conservar esses “livrinhos” que aparentam ser mais frágeis?

Bom, as dicas que passei para a conservação de livros valem aqui também, mas os cuidados devem ser dobrados para que os quadrinhos e revistas sejam conservados por mais tempo.

Para guardar as revistas, gibis e impressos de espessura fina muitos usam um “arquivador” comumente usado em escritórios. Eles são pra isso mesmo, para armazenar pastas, encadernamentos, revistas e etc. Eu particularmente tenho dois deles de modelos diferentes, mas acabei não gostando muito, pois se forem guardados fora de um local fechado acumulam muita sujeira e poeira. Outro aspecto ruim que achei é que as revistas amassam muito e ficam muito curvas já que como são leves elas sempre dão uma escorregadela e ficam curvas.

"Arquivador" - os dois tipos que tenho
Existe também o porta-magazine onde você pendura a revista de cabeça para baixo apoiando o miolo da revista, mas com o tempo as folhas vão abrindo e amassando.

Porta-magazine - Foto Google

Então a melhor forma de arquivar seus impressos é usar um saco plástico como se tivesse o “encapando”, sempre cortando uma pontinha para a entrada de ar fazer a oxigenação do papel.

Evite guardar sua coleção em lugares onde haja a exposição direta do sol que desbota o papel, envelhece, resseca e entorta as folhas.

Se preferir, depois de encapar, guarde tudo em uma pasta de plástico ou uma caixa de papelão desde que as revistas não fiquem sovadas dentro delas e fiquem guardadas em local seco e arejado. Não se esqueça de pelo menos uma vez por mês verificar o interior das pastas/caixas para verificar se não aparecem traças ou mofos.

Foto fonte: Kleiton Gonçalves
Nunca remende um livro, um gibi ou uma revista com fita adesiva. Com o tempo a cola da fita perde a resina colante e escurece a parte colada, acabam saindo e manchando o local que você colou.

Faça sempre uma lista atualizada das revistas da sua coleção. Para isso use planilhas no Excel ou utilize o site skoob que ajuda de maneira bem prática a organizar seus livros, revistas e HQs. Se o impresso que você tem não estivar no catálogo, basta registrá-lo e ele estará no sistema para todos.

Se alguém tiver mais alguma dica para passar comente. Boa organização!

quarta-feira, 27 de março de 2013

RESENHA: "Sábado à Noite" de Babi Dewet

Por Francine Estevão

Título: Sábado à Noite
Autor: Babi Dewet
Lançamento: 2012
Páginas: 344
Editora: Évora
Categoria: Romance infanto-juvenil

Sinopse: Essa é uma história complicada. Uma história sobre amor e amizade. Uma história sobre jovens descobrindo seu papel no mundo. Amanda é uma adolescente como tantas outras, e ela não tem culpa de ser popular e a menina mais bonita do colégio. Isso simplesmente aconteceu quando ela cresceu. Seu melhor amigo de infância vive se metendo em encrencas com seu grupo bagunceiro. E, apesar de serem como irmãos, eles não se falam em público.

Talvez eu receba um milhão de críticas, mas eu não amei “Sábado à Noite”. A história é boa, não me entendam mal. Eu gostei. Muito bem escrita e com um enredo legal. Por ser um livro com muitas músicas, digo que ele me pegou nesse ponto. No entanto, ele é um livro mais infanto-juvenil e talvez eu estivesse de ressaca de “Procura-se um Marido”, mas o livro não me pegou muito. Embora eu ainda queira ler a continuação porque, uow, aquele final. Jura?

A história me levou de volta à minha época de colegial, há pelo menos sete anos. Eu ficava me vendo pelos corredores da escola, observando todos em volta e identificava em cada personagem da história escrita pela Babi pessoas com quem convivi na minha época de colégio.

Inicialmente, fiquei meio perdida com o grande número de personagens “principais”. Mas depois fui me situando e criando na minha cabeça uma imagem de cada um e tudo foi ficando mais simples.

Agora, quer saber mesmo o que eu amei? A cena da chuva! Acho que reli essa parte umas três vezes. Foi tão linda! (Atenção: spoiler! rs) E também achava legal a relação da Amanda com o Daniel. Apesar de tudo pelo que passavam eles confiavam um no outro e continuavam juntos com uma relação fofinha.

terça-feira, 26 de março de 2013

NOTÍCIA: "A Aposta" de Vanessa Bosso na Amazon

Por Francine Estevão




Quem já conhece o estilo de escrita da autora Vanessa Bosso vai se surpreender ao ler a primeira comédia romântica dela, "A Aposta".

Os leitores vão se apaixonar pela Nina e pelo Lex, dois jovens com personalidades fortes e incríveis, pela narradora divertidíssima (que pode ser chamada de Van rs) e pela paisagem maravilhosa da Ilha Inamorata.

"A Aposta" está disponível para compra em e-book aqui na Amazon por R$1,99. Imperdível!

Sinopse: Uma viagem de formatura. Uma aposta perigosa. Lex, o galinha do colégio, terá apenas sete dias para derreter o congelado coração de Nina, a garota que odeia quem use cuecas. Nina enlouquece quando descobre sobre a grande aposta do ano. E agora ela quer sangue: o sangue de Lex, em meio a chantagens, intrigas, vinganças, diálogos ácidos, aventuras, romance e momentos hilários, as páginas desse livro entrarão em combustão espontânea. Quem sairá vencedor? Façam suas apostas. O jogo de sedução está prestes a começar.

Coloque na sua estante no Skoob.

Em breve, resenha aqui na Sociedade do Livro.

segunda-feira, 25 de março de 2013

EVENTO: Escritora Carina Rissi prestigia Clube do Livro em Ribeirão Preto

Por Maju Raz



Sábado (23 de Março) aconteceu o terceiro encontro do Clube do Livro na livraria ParaLer de Ribeirão Preto. O encontro proporcionou (e nos presenteou) um super bate-papo com a escritora Carina Rissi, nossa autora do mês.


Durante o evento, os leitores e participantes tiveram a oportunidade de conversar com a escritora e saber um pouco mais sobre como é lançar um livro, história, carreira e futuros lançamentos de Carina, moradora de Ariranha, interior de São Paulo, que aos 33 anos já tem dois romances publicados e mais outros dois finalizados. Também comentamos um pouquinho sobre seus dois romances “Perdida” e “Procura-se um marido”. Ao final Carina autografou os livros, tirou  fotos e conversou mais um pouquinho com a galera. 



Quem quiser saber mais sobre a autora bastar clicar aqui e conferir a entrevista que a Fran fez com ela.

A Sociedade do Livro gravou alguns instantes deliciosos e engraçadíssimos que passamos com a super fofa escritora brasileira e resolvemos compartilhar com vocês!

Segue o vídeo com um roteirinho para se localizarem:

00:00 – História
05:25 – Danilo fala sobre o Livro “Perdida”
07:29 – Carina fala sobre “Perdida 1” e o futuro “Perdida 2”
11:00 – Um futuro filme baseado no livro?
14:39 – Carina nos deixa com água na boca com seus lançamentos futuros








sexta-feira, 22 de março de 2013

Livraria Cultura em Ribeirão Preto

Nesta semana, o jornal Gazeta de Ribeirão trouxe uma boa notícia para os ribeirão pretanos apaixonados por livros. Vai ter livraria Cultura aqui! \o/ **comemora** Sim, aquela mesma livraria que todos leitores que vão pra São Paulo visitam, o paraíso dos leitores, entre outros elogios.

Confira a matéria da Gazeta:



Catálogo com mais de 6 milhões de títulos de livros e aproximadamente 70 mil itens à pronta-entrega em uma área de 1.800 metros quadrados. Este é portifólio que a Livraria Cultura trará para Ribeirão Preto a partir do dia 17 de setembro, quando o Shopping Iguatemi abre suas portas na Zona Sul da cidade.

A mais tradicional livraria do País, com 65 anos de história, vai inaugurar em Ribeirão a sua 19ª unidade, a quarta em parceria com o Iguatemi – já está nos shoppings de São Paulo, Campinas e Brasília. Segundo Rodolpho Freitas, vice-presidente comercial do Iguatemi, a chegada da Cultura suprirá uma carência da cidade. “Nas pesquisas que fizemos com a população de Ribeirão Preto antes de confirmar as lojas do shopping, muitos reclamaram da carência de uma livraria completa. O público não se sentia totalmente atendido pelas livrarias da cidade, daí a chegada da Cultura”, afirmou.

Rodrigo de Castro, diretor comercial da Cultura, disse que a livraria oferecerá um conceito diferente para Ribeirão. Entre os principais destaques, ele cita: Área Gourmet, local com apresentações de chefs e outros eventos da área; setor “Geek.etc.br”, um local para fãs de games com gadgets, HQs, RPG e ficção científica e o espaço Viagens, com roteiros, guias e até pacotes de viagens voltados à área cultural; além do Cultura em Curso, que oferece encontros e palestras para debate de diferentes temas. “Vamos levar o que há de melhor no grupo dos últimos três anos”, disse.

A Livraria investe pesado no atendimento ao público. Todos os “livreiros” são treinados por cerca de três meses para oferecer o melhor atendimento possível. Se por acaso uma obra não estiver disponível, a rede garante a entrega em até cinco dias. Além disso, há opção pela importação de títulos. “Em um catálogo com mais de seis milhões de livros, não tem o que você não encontre”, brincou Sergio Miguez, gestor de comunicação da rede. 

Auditório para 120 pessoas, venda de vinis e espaço para crianças também serão oferecidos.

TECNOLOGIA

Engana-se quem pensa que a Cultura está temerosa pelo crescimento dos e-books. A empresa criou um espaço em suas unidades para este tipo de comércio. “Em dezembro, 0,5% dos nossos livros vendidos era por esse meio. Em janeiro, já chegou a 3%”, afirmou Rodrigo de Castro. “Nós não vemos isso como uma ameaça aos livros, e sim como complemento.”

Ele se baseia no mercado norte-americano, em que a parcela dos e-books se estabilizou na casa de 17%, com o restante (83%) sendo de livros físicos vendidos. “Acreditamos que no Brasil também vamos chegar a essa proporção. O público que gosta do e-book não deixa de vir na livraria e comprar um livro, um CD, um DVD”, completou.

E ele deve saber do que fala. Afinal, a Livraria Cultura encerrou 2012 com um faturamento de R$ 390 milhões.

#CircuitoNovoConceito: Novo Conceito disponibiliza capítulo de "Apegados" no último dia do #CircuitoNovoConceito


Você acredita em cara metade? E já achou a sua? Quantas vezes você já ouviu isso?

E aquele outro ditado que diz: "Ele é a tampa da minha panela" ou ainda "Nós somos carne e unha" e por ai vai... Já ouvi até "O chinelo do meu pé cansado"!

Mas será que existe mesmo esta tal metade da laranja? E como é que a gente acha? Como saber quem é realmente a outra metade?

É exatamente sobre isso que falam Levine e Heller, autores do livro Apegados. Nossos estilos de fixação individuais estão cravados em nossos cérebros. E são de três principais tipos: o estilo "seguro", o "ansioso" e, ainda, o estilo "evitante". Os autores explicam o que está por trás das nossas necessidades de relacionamento e, mais do que isso, ensinam aos leitores como identificar os seus próprios estilos e o estilo dos possíveis amados.

Repleto de dicas e -- o que é melhor -- com um questionário para você identificar seu estilo e o do seu parceiro (ou parceira), você ficará definitivamente apegado a este livro.  

Para se apaixonar, baixe o capítulo abaixo: (basta clicar na imagem)

#CircuitoNovoConceito




quinta-feira, 21 de março de 2013

#CircuitoNovoConceito: Baixe capítulo do livro "Em Busca de um Final Feliz"



**Para conferir o capítulo do livro, basta clicar na imagem.

#CircuitoNovoConceito


Em busca de um final feliz é um livro sobre gente comum.

Personagens que nos deixam tristes, às vezes, por todas as situações complicadas pelas quais eles passam, mas que também nos fazem rir quando seus sonhos (alguns bem ingênuos), começam a se tornar reais.

Uma história encantadora! A vida como ela é, mas com cara de romance -- e cheia de sonhos.
E os sonhos, todo mundo sabe, são a matéria de que somos feitos.

Resenha: "Procura-se Um Marido" de Carina Rissi

Por Francine Estevão

Título: Procura-se Um Marido
Autor: Carina Rissi
Lançamento: 2012
Páginas: 472
Editora: Verus
Categoria: Romance; chick lit

**Confira entrevista da Sociedade do Livro com a autora do livro, Carina Rissi aqui.

SinopseAlicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.


Esse livro é simplesmente ÓTIMO! Eu ria o tempo todo e chegou um ponto em que eu quase chorei. Sério, era muito sofrimento pra uma pessoa só e eu sofria junto. 


A Alicia é a coisa mais engraçada do mundo e o Max merecia uns tapas, às vezes, mas tem como não se apaixonar por ele? Ah, sem contar o vô Narciso, que tenho certeza que muita gente queria um vô como ele. E quanta raiva do Clóvis. Hunf!

Alicia perdeu os pais quando ainda era criança e quem cuidou dela a vida toda foi seu vô Narciso. Dona de uma das maiores fortunas, ou melhor, herdeira de uma enorme fortuna, Alicia se vê perdida quando seu avô morre sem deixar nada para ela. A menos que ela se case. 

No início, ela até tenta sobreviver como uma assalariada na sua própria empresa, onde foi contratada para ser assistente de secretária. Trapalhadas à parte no emprego, quando as dificuldades financeiras começam a surgir, ela tem a brilhante ideia de contratar um marido por ano, simplesmente até conseguir sua herança.

Claro que isso não vai prestar. Por dois motivos. Primeiro, os candidatos que aparecem são um mais bizarro do que o outro. (Ainda bem que a Mari está lá pra colocar algum juízo na cabeça da melhor amiga.) Segundo, porque quando o marido de aluguel perfeito aparecer, ele pode ser perfeito demais.

A história é uma aventura divertidíssima, emocionante e apaixonante. Não tem como não lamentar quando o livro acaba, justamente por querer mais.

quarta-feira, 20 de março de 2013

#CircuitoNovoConceito: No terceiro dia, confira capítulo de "Violetas de Março"




**Clique na imagem para conferir o capítulo de "Violetas de Março".

#CircuitoNovoConceito

O amor surge quando você menos espera!
Quantas e quantas vezes você procurou um amor? Viver um grande romance é o seu sonho? E você já percebeu que quanto mais você procura, menos acha uma pessoa bacana?!
Pois é, você pode se surpreender, pois o amor surge de onde você menos espera. Mas a grande questão é: Você diz que o ama logo de cara?
A mulher tem a reputação de dizer "eu te amo" logo no início de um relacionamento, mas na verdade são eles que dizem antes. Aliás, eles admitem pensar sobre confessar o amor em média seis semanas antes que suas parceiras, segundo um artigo publicado no periódico norte-americano Journal of Personality and Social Psychology.

Por mais estranho que pareça, a resposta para essa atitude dos homens faz todo sentido à luz da psicologia evolucionista. Os homens podem ser mais impulsivos na maneira de expressar o amor, mas para eles este tem significado muito diferente do que para as mulheres.

Veja só, os pesquisadores descobriram que uma confissão de amor por parte dos homens pode resultar em sexo o mais rápido possível, que é o objetivo evolutivo final do gênero, e por isso dizem "eu te amo" o mais rapidamente possível. E, ao contrário, as mulheres só dizem "eu te amo" depois do sexo, porque elas têm mais a perder com a gravidez. A confissão para elas é um sinal do compromisso de longo prazo, bem diferente dos homens, que não querem compromisso. No jargão, eles querem "comprar na baixa" e elas, "vender na alta".

Na pesquisa feita no MIT, os homens mais felizes em obter a confissão de amor da mulher eram aqueles interessados em aventuras de curta duração, e mulheres que procuram relacionamento de longo prazo eram mais felizes em ouvir o "eu te amo" depois do ato consumado.

Pois é, padrões primitivos persistem no comportamento humano. São as bases biológicas que podem nos ajudar a entender as motivações ocultas das pessoas. Isso inclui também o comportamento de consumo, pois o homem dará muitos presentes antes de ter a mulher,Âncora e ela vai esperar uma ocasião mais tardia, que demonstre compromisso de longo prazo.

terça-feira, 19 de março de 2013

#CircuitoNovoConceito: Confira um capítulo de "Sonhe Mais"





**Para ter acesso ao capítulo que a Novo Conceito disponibilizou para você, basta clicar na imagem acima.

#CircuitoNovoConceito

Você saberia lidar com a partida da pessoa amada?
              
Esta pergunta é o tema central do livro de Jai Pausch, Sonhe mais. Muito bom, diga-se de passagem.

Sabe quem é ela? A viúva de Randy Pausch, o sujeito que tinha câncer no fígado, fez um discurso e escreveu um livro: A lição finalSonhe mais é a versão dela, da esposa, sobre  uma vida de paixão, amor e família. Mais incrível que o primeiro!

É tão provocante, mexe tanto com a gente que eu não consegui desgrudar do livro. Logo que comecei a ler tive raiva de Randy Pausch(!), o marido, fechei o exemplar e comecei a refletir. Mas aquele livro ao meu lado parece que me chamava, então iniciei a leitura novamente, de onde parei.

Três capítulos depois e eu estava com dó -- pena mesmo -- do Randy Pausch, afinal ele estava morrendo! Pensei: "acho que ele está certo, só pensando no melhor para a esposa e filhos", e continuei a ler.

Conforme Jai Pausch, a autora de Sonhe mais, escrevia e descrevia suas experiências -- que senti todas -- comecei a pensar que ela é quem estava errada, achei a mulher fria em certos momentos.

Pois fiz uma pausa e pensei novamente! Que loucura!

Mas o livro continuava a me provocar e lá fui eu, novamente, ler. Finalmente, percebi que Jai estava vulnerável, ela ia perder o marido de quem tanto gostava, mas tinha que continuar a vida, tinha que cuidar do doente e dos filhos ao mesmo tempo ( nada como uma mulher para fazer isso), e pensar no que aconteceria depois que Randy falecesse!

Como ela foi forte, como sofreu e como amou!

Na verdade, eles viveram um grande amor!  E eu vivi um turbilhão de sentimentos!

Veja, já li livros intrigantes, emocionantes, mas que me provocasse sentimentos de compaixão, raiva, compreensão, amor, dó... tudo ao mesmo tempo, este foi o primeiro. 

segunda-feira, 18 de março de 2013

#CircuitoNovoConceito: Confira o primeiro capítulo de "A Pousada Rose Harbor"




**Ao clicar na imagem, você baixa o capítulo disponibilizado pelo  #CircuitoNovoConceito

Alguém viu os valores que estavam aqui? Família, lar amizade....

Você também está procurando algumas coisas que se perderam pelo caminho? Nostalgia! Talvez. Pode ser, mas na verdade sinto falta de valores simples que foram ficando de lado no "fast dia" do workaholic e sua família instantânea. Tudo tão rápido, sem consistência, sem sabor e ainda por cima, mal passado!  Até os índices econômicos são com base em fast-food "Índice McDonald´s". Para o mundo que eu quero descer!
Socorro! Cadê a minha avó!? A vó Antonieta que fazia a Páscoa ficar mágica e que reunia as amigas e noras para a novena, fazia o Natal ser um grande jantar para reunir toda a família e ganhar presentes simples e até feitos à mão, e que abria as portas da sua casa para receber a festa de Santo Reis, quando se desmontava a árvore de Natal e os violeiros de roupas coloridas, máscaras e pandeiros com fitas se apresentavam em troca de uma xícara de café. Onde foi parar tudo isso?

Onde está aquela vida simples, corrida também, com muito trabalho para colocar dinheiro em casa, filhos para criar e educar? Porém simples! E cheia de valores, coisas pequenas que faziam o dia, o mês, o ano e a vida valerem à pena. Cadê o almoço em família com todos à mesa e o jantar para contarmos como foi o dia? Tenho a leve impressão que curtíamos mais a chuva na janela, que agradecíamos mais, que sonhávamos mais.

Você tem sonhado? Tem feito piquenique com seus filhos? Ou sua vida tem sido drive-thru em que você passa, pega e vai embora.

Tem uma autora americana que me faz voltar ao passado com seus livros e lembrar de todas essas coisas boas de uma vida simples. É a Debbie Macomber!

E sabe o que mais? Acho que tem um monte de pessoas saudosas como eu, porque Debbie já vendeu 170 milhões de livros no mundo! Isso significa que não só eu que tenho saudades da vida como ela era.
Como estamos tão ocupados correndo pela vida é fácil perder os momentos de prazer. Uma boa leitura pode trazê-lo de volta! A Pousada Rose Harbor é a minha dica!

VEM AÍ: Lançamentos de Abril Novo Conceito

Por Francine Estevão


"Simplesmente Ana", Marina Carvalho




















SinopseImagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha…
Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex.
Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro.
A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam.
Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.

"A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra", Robin Sloan



Sinopse:
A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo.
Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler.
Mas Jannon é curioso…

"Sangue na Neve", Lisa Gardner



Sinopse:
A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples.
No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e — afinal — onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha?
D. D. Warren, a experiente detetive que acredita que desvendar um caso é como mergulhar na vida do criminoso, enfrentará mais uma investigação que a levará a uma busca frenética por uma criança desaparecida enquanto tenta encaixar as peças de um mistério familiar que a levará a quebrar os muros do corporativismo policial.

"O Poder da Energia", Brendon Burchard



Sinopse:
O Poder da Energia, de Brendon Burchard, nos convida a pensar grande e a transcender as ideias a que nos acostumamos, enquanto, ao mesmo tempo, aprendemos a comandar nossa própria consciência. Convida-nos a uma existência muito mais planejada, onde o controle sobre o prazer e sobre a dor estará em nossas mãos.
E como é possível apoderar-se assim da vida? Podemos escolher entre seguir nossos impulsos, ou dirigir a nossa atenção e atividade a um estado mais elevado de motivação. Podemos deixar que a vida nos leve, ou tomar as rédeas de nossa história até que possamos realmente desfrutá-la.
Para encontrar um propósito na experiência humana e ultrapassar qualquer circunstância limitadora, O Poder da Energia o levará a se conectar a algo maior que as coisas do dia a dia; algo que vai conduzi-lo do mundano ao mágico, de uma vida inepta à plenitude.

"Liberta-me", Tahereh Mafi



Sinopse:
Liberta-me é o segundo livro da trilogia de Tahereh Mafi. Se no primeiro, Estilhaça-me, importava garantir a sobrevivência e fugir das atrocidades do Restabelecimento, em Liberta-me é possível sentir toda a sensibilidade e tristeza que emanam do coração da heroína, Juliette.
Abandonada à própria sorte, impossibilitada de tocar qualquer ser humano, Juliette vai procurar entender os movimentos de seu coração, a maneira como seus sentimentos se confundem e até onde ela pode realmente ir para ter o controle de sua própria vida. Uma metáfora para a vida de jovens de todas as idades que também enfrentam uma espécie de distopia moderna, em que dúvidas e medos caminham lado a lado com a esperança, o desejo e o amor.
A bela escrita de Tahereh Mafi está de volta ainda mais vigorosa e extasiante.


"Jardim de Inverno", Kristin Hannah



Sinopse:
Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.
“Difícil não rir um tanto e chorar ainda mais com a história de mãe e filhas que se descobrem no último momento.”
– Publishers Weekly
A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrad congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais. A obessão de Nina por esconder a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.


sexta-feira, 15 de março de 2013

DICA: A internet é o caminho


Por Francine Estevão



Cada vez mais temos visto autores que se tornaram conhecidos depois de publicarem seus trabalhos na internet.

Recentemente, citamos neste post do blog uma matéria da Folha de S. Paulo falando sobre a brasileira Lilian Carmine (ou Bruna Brito), que ficou conhecida e publicou seu livro - "The Lost Boys" - depois de postar sua história no Wattpad.

Agora, saiu no site Saraiva Conteúdo uma entrevista com Amanda Hocking, autora que autopublicou seus livros online e acabou virando febre nos Estados Unidos. Nesta semana, ela lança no Brasil, pela Rocco Jovens Leitores, o livro “Trocada”.

Com prós e contras, parece que muito autores já estão apostando nos sites de autopublicação online para mostrar seus livros para o mundo, e a gente espera que o resultado seja tão bom quanto foi para as duas autoras citadas acima, já que pelo visto, a internet é o caminho.

quinta-feira, 14 de março de 2013

FEIRA DO LIVRO 2013: Homenageados Feira do Livro Ribeirão Preto

Por Francine Estevão




Você sabe qual o papel dos escritores homenageados na Feira do Livro de Ribeirão Preto? E o motivo pelo qual há um país homenageado?

Eu aproveitei meu quadro de literatura na BandNews FM para tirar essas dúvidas com a Isabel de Farias, presidente da Fundação Feira do Livro.

Segundo ela, o objetivo é estimular o estudo e o conhecimento sobre o trabalho desses autores e sobre o país, que neste ano é a Alemanha.

"A ideia é que esses homenageados sejam motivos de pesquisa e de trabalho dentro das escolas no período anterior à Feira", destaca Isabel de Farias. "No período da Feira, a gente (vai) ter várias discussões com mesas, com debates e palestras voltados para esses escritores", completa a presidente da Fundação Feira do Livro.

E neste ano, os homenageados, escolhidos por voto popular são: Nelson Jacintho, como autor da terra; Pedro Bandeira, como autor infanto-juvenil; Monteiro Lobato como escritor e Florestan Fernandes como autor da educação.

E Pedro Bandeira já é presença confirmada no evento. As datas exatas em que o autor vai estar na cidade devem ser divulgadas até o fim de março.

A  13ª Feira do Livro de Ribeirão Preto acontece de 06 a 16 de junho de 2013.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Resenha: "O amor dá uma segunda chance" de Juliana Ferreira

Por Francine Estevão

Título: O amor dá uma segunda chance
Autor: Juliana Ferreira
Lançamento: 2011
Páginas: 344
Editora: Dracaena
Categoria: Romance


SinopseDuas vidas, duas perdas, duas reações diferentes. Ailli Tecknovs, é uma linda jovem de 20 anos, os pais, sempre trabalharam no ramo da moda. Ailli cresceu em um lar onde tudo era rico, onde tinha tudo, ela era fútil até conhecer Oliver. Um rapaz pobre que não vivia no mesmo mundo e realidade que ela, um amor impossível acontece e é interrompido pela morte. Agora Ailli é uma pessoa diferente, Oliver foi o responsável pela mudança. Mas Ailli está sem rumo, sem chão, ela amava Oliver. Quando Ailli se muda de Dublin para Letterkenny uma cidade do Condado de Donegal ela percebe que talvez depois de dois anos de sofrimento sua vida mude. Ao conhecer três pessoas, Ava, Peter e Abraham. Os três principalmente Abraham vão doar um raio de sol para a escuridão de Ailli. Abraham sentiu na pele o que é perder alguém mas através dele Ailli percebe que tudo o que acontece tem um porque. E que para todas as coisas existe um tempo determinado. 


Algumas histórias têm um jeito especial de nos tocar. Foi isso que aconteceu comigo quando li “O amor dá uma segunda chance” da Juliana Ferreira.

O livro é triste, engraçado e nos deixa cheios de esperanças. Ele é daqueles que quando você termina de ler se sente bem. Aliás, acho que essa é a principal parte, nos passar uma mensagem, a de que “tudo tem um tempo pra acontecer”, basta sabermos esperar.

E “tempo” é uma palavra que define bem a história escrita pela Ju.

Tenho certeza que muita gente torce o nariz para a obra porque ela tem como base uma passagem bíblica, mas isso não interfere na história. Isso é apenas algo que está entre as características dos personagens, a fé.

Ailli passou por uma grande dificuldade na sua vida. Perdeu seu primeiro e único amor até então e ainda não conseguiu se recuperar desse fato. Não sabe como Deus pode tê-lo tirado dela e desde então, ela deixou não só a fé de lado, como também seu jeito de ser se tornando um tanto indiferente às coisas da vida.

Para ajudar, a mãe da jovem também não é uma pessoa fácil de lidar e só faz com que a filha sofra ainda mais. Só mesmo o pai de Ailli se padece do sofrimento da filha, embora ele também queira vê-la fora daquela nuvem negra que ronda a filha desde a morte de Oliver.

A família se muda para Letterkenny e Ailli acaba parando em uma comunidade extremamente religiosa. No entanto, ela conhece pessoas que não só a querem por perto como também sabem respeitar o momento pelo qual ela ainda está passando.

Aos poucos, Ailli vai percebendo que é preciso deixar o passado realmente para trás e se abrir às novidades que esperam por ela.

E pra não dizer que só falei das flores...achei que o Peter aparece pouco e acredito que ele tinha potencial para aparecer mais. Agora, a Ju que me desculpe, porque sei da importância do Daniel pra história, mas eu tinha vontade de bater nele cada vez que ele aparecia! rsrs