sexta-feira, 15 de março de 2013

DICA: A internet é o caminho


Por Francine Estevão



Cada vez mais temos visto autores que se tornaram conhecidos depois de publicarem seus trabalhos na internet.

Recentemente, citamos neste post do blog uma matéria da Folha de S. Paulo falando sobre a brasileira Lilian Carmine (ou Bruna Brito), que ficou conhecida e publicou seu livro - "The Lost Boys" - depois de postar sua história no Wattpad.

Agora, saiu no site Saraiva Conteúdo uma entrevista com Amanda Hocking, autora que autopublicou seus livros online e acabou virando febre nos Estados Unidos. Nesta semana, ela lança no Brasil, pela Rocco Jovens Leitores, o livro “Trocada”.

Com prós e contras, parece que muito autores já estão apostando nos sites de autopublicação online para mostrar seus livros para o mundo, e a gente espera que o resultado seja tão bom quanto foi para as duas autoras citadas acima, já que pelo visto, a internet é o caminho.

2 comentários:

  1. E tem autor que ainda acha ruim quando o livro cai na internet... Acho que tudo tem um lado positivo, e nesse caso, eu vejo isso como divulgação. Acho bacana quando esse pessoal tão talentoso se preocupa mais em ter a história lida do que em vender. Ser escritor não é fácil e nem todo mundo pode viver fazendo só o que gosta, mas repito: admiro quem prioriza o "estão lendo minha história. Isso é o mais importante". ^^

    Beijos, Fran!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Jana. Até porque, quanto mais pessoas conhecendo seu trabalho, mais opiniões e mais chances de você ser conhecido e quem sabe conseguir uma editora, tornando assim, seu trabalho comercial. Uma coisa puxa a outra e todo mundo sai ganhando.

      Beijos!

      Excluir