quinta-feira, 21 de março de 2013

Resenha: "Procura-se Um Marido" de Carina Rissi

Por Francine Estevão

Título: Procura-se Um Marido
Autor: Carina Rissi
Lançamento: 2012
Páginas: 472
Editora: Verus
Categoria: Romance; chick lit

**Confira entrevista da Sociedade do Livro com a autora do livro, Carina Rissi aqui.

SinopseAlicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.


Esse livro é simplesmente ÓTIMO! Eu ria o tempo todo e chegou um ponto em que eu quase chorei. Sério, era muito sofrimento pra uma pessoa só e eu sofria junto. 


A Alicia é a coisa mais engraçada do mundo e o Max merecia uns tapas, às vezes, mas tem como não se apaixonar por ele? Ah, sem contar o vô Narciso, que tenho certeza que muita gente queria um vô como ele. E quanta raiva do Clóvis. Hunf!

Alicia perdeu os pais quando ainda era criança e quem cuidou dela a vida toda foi seu vô Narciso. Dona de uma das maiores fortunas, ou melhor, herdeira de uma enorme fortuna, Alicia se vê perdida quando seu avô morre sem deixar nada para ela. A menos que ela se case. 

No início, ela até tenta sobreviver como uma assalariada na sua própria empresa, onde foi contratada para ser assistente de secretária. Trapalhadas à parte no emprego, quando as dificuldades financeiras começam a surgir, ela tem a brilhante ideia de contratar um marido por ano, simplesmente até conseguir sua herança.

Claro que isso não vai prestar. Por dois motivos. Primeiro, os candidatos que aparecem são um mais bizarro do que o outro. (Ainda bem que a Mari está lá pra colocar algum juízo na cabeça da melhor amiga.) Segundo, porque quando o marido de aluguel perfeito aparecer, ele pode ser perfeito demais.

A história é uma aventura divertidíssima, emocionante e apaixonante. Não tem como não lamentar quando o livro acaba, justamente por querer mais.

6 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Fran! Já li Procura-se Um Marido e curti bastante. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Fran!
    Mais um comentário supimpa desse livro. Juro pra ti que não li nenhuma opinião negativa (algumas foram neutras, mas a maioria foi bem positiva).
    Desde que eu vi essa capa e soube que era chick-lit, fiquei morrendo de vontade de lê-lo pois adoro o gênero. Sabendo que há um rapaz fofo pelo qual todas se apaixonam também me anima bastante. Adoro crush literária. ahsuhauhsa

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jana! Eu tb sempre li coisas boas e até desconfiei que o livro pudesse ser meio clichê, com essa coisa de contrato, marido de aluguel, herança. Mas confesso que a Carina arrasou e não caiu nem um pouquinho no clichê. O livro é excelente!

      Excluir
  3. Obrigada, Vanessa. Realmente o livro é ótimo!

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente amei o livro!!! Ja está na lista dos meus favoritos ;)

    ResponderExcluir