quarta-feira, 17 de abril de 2013

RESENHA: "Meu amor, meu bem, meu querido" de Deb Caletti

Por Francine Estevão


Título: Meu amor, meu bem, meu querido
Título original: Honey, baby, sweetheart
Autor: Deb Caletti
Lançamento: 2013
Páginas: 238
Editora: Novo Conceito

Sinopse: É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis. Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem...

Esse livro é uma aventura apaixonante e entra naquela minha lista, que às vezes comento aqui no blog, de livros que, quando terminamos de ler, sentimos uma vontade imensa de viver intensamente tudo que há pra viver, aproveitar todas oportunidades e sair por ai sendo feliz.

Deb Caletti nos conta a história de Ruby, a garota quieta da escola, que aos 16 anos se apaixonou pelo cara errado. Aquele que dá a ela uma sensação incrível de coragem.

A garota tem uma relação fofa com a mãe e com o irmão. O pai vive uma situação conturbada com a mãe e Ruby se vê tendo que tirar a mãe da fossa constantemente.

Apesar de se sentir corajosa com seu garoto errado, Travis, Ruby sabe que ele a está levando para um mau caminho e então é a vez dela ser ajudada pela mãe que a leva para o grupo de leitura do qual ela participa, as Rainhas Caçarolas.

É lá que Ruby vai viver uma grande aventura ao lado da família e de todas as velhinhas e do velhinho que frequentam o grupo de leitura quando eles descobrem que uma das integrantes é personagem do livro que estão lendo. No entanto, a idosa está sendo mantida isolada pelas filhas e as Rainhas Caçarolas vão tentar tirá-la de uma casa de repouso e a levarem até o autor do livro.

“Meu amor, meu bem, meu querido” tem passagens engraçadas, comoventes e é como uma lição sobre as possibilidades que temos na vida.

O livro acaba sendo uma aventura não só para os personagens, mas também para quem o lê.

Uma história sobre família, amizade e sobre todas as pessoas que estão verdadeiramente ao nosso lado enquanto nos aventuramos pela vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário