quarta-feira, 28 de agosto de 2013

RESENHA: "A outra vida" de Susanne Winnacker

Por Maria Julia
  
Título: A outra vida
Título Original: The other life
Autor: Susanne Winnacker
Lançamento: 2013
Páginas: 272
Editora: Novo Conceito

SinopseO mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores. 
Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e... comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua. Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação?
E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?
 
Eu sempre amei o tema zumbis. Adoro a emoção, a ansiedade e o nervosismo que os livros e filmes dessa temática me fazem sentir. Não sei se a palavra zumbi define esse livro, ela não aparece no texto, mas está lá.

A outra vida tem um enredo emocionante e interessante e começa com Sherry contando que um vírus da raiva atacou a cidade de Los Angeles. O Governo alertou toda a população e orientou todo mundo se isolar. A família de Sherry se isolou no subsolo (porão) e passaram 3 anos trancafiados sem saber o que se ocorria exatamente no mundo lá fora. Eis que uma hora o alimento acaba e com todos da família passando fome Sherry e seu pai não tem escolha a não ser deixar o confinamento para encontrar comida. Uma vez que eles saem do isolamento encontram um mundo devastado e percebem que as coisas não são o que eles viram e quando o pai de Sherry é arrebatado por “Chorões” - seres humanos contaminados com o vírus da raiva mutante, eles choram “líquido branco leitoso de seus olhos” e é por isso que eles são chamados “Chorões”.  Na fuga a garota acaba encontrando um jovem chamado Josué que vai tentar ajudá-la  a encontrar o pai de volta.

A história é bonita e horrível de várias maneiras. A trama é assustadora e você ansioso querendo saber o que vai acontecer a todo o momento. Adorei o lance da escritora adotar o uso de números para a passagem do tempo., mas ainda romântico é incrível.

"3 anos 1 mês, 1 semana e 6 dias desde que eu tinha visto luz do dia."

"98409602 segundo desde que a pesada porta de aço caiu fechada e nós ficamos isolados do mundo."


Curti bastante o "ritmo" da história e a forma com os capítulos começam : pequenos trechos da vida antes do caos, como tudo era tão fácil e gostoso, como não damos valor para as pequenas coisas.

O fim não posso revelar, mas traz consigo alguns segredos que giram a história em uma direção totalmente nova e promete muito para um livro dois.

Capa Americana do livro dois





Nenhum comentário:

Postar um comentário