sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Lançamentos de Março: Arqueiro, Sextante e Saída de Emergência

Sextante

“A Magia”, Rhonda Byrne – mesma autora de “O Segredo”


Sinopse: Durante mais de vinte séculos, as palavras de um texto sagrado foram mal interpretadas, intrigando e confundindo quase todos os que as leram. Poucos ao longo da história perceberam que se tratava de um enigma... e que, assim que você o solucionasse - assim que desvendasse o mistério -, um novo mundo surgiria diante dos seus olhos. Em 'A Magia', Rhonda Byrne revela este conhecimento revolucionário ao mundo. Em uma incrível jornada de 28 dias, ela ensina como aplicá-lo à sua vida cotidiana. Não importa quem você seja, onde esteja e quais as suas atuais circunstâncias, A Magia irá mudar toda a sua vida!


“Davi e Golias”, Malcolm Gladwell


Sinopse: Há três mil anos, num campo de batalha na antiga Palestina, um jovem pastor derrubou um poderoso guerreiro com apenas uma pedra e uma funda, e desde então os nomes Davi e Golias simbolizaram as batalhas entre os mais fracos e os gigantes. A vitória de Davi foi improvável e milagrosa. Ele não deveria ter ganhado. Ou deveria? Em 'Davi e Golias', Malcolm Gladwell desafia nossas crenças sobre obstáculos e desvantagens, oferecendo uma interpretação nova do que significa ser discriminado, enfrentar uma deficiência, perder pai ou mãe, frequentar uma faculdade medíocre ou sofrer uma série de outros aparentes reveses. Gladwell começa pela história real do que ocorreu entre o gigante e o jovem pastor tantos anos atrás e prova como, de fato, era Davi o grande favorito. Em seguida, com sua habilidade característica para contar boas histórias e envolver o leitor, ele narra importantes acontecimentos na vida de anônimos e famosos, introduzindo conceitos que nos levam a ver o favoritismo com outros olhos. O autor examina o conflito religioso na Irlanda do Norte, a reação dos londrinos aos bombardeios alemães na Segunda Guerra, a mente de pesquisadores do câncer e líderes negros dos direitos civis, os assassinatos e o alto custo da vingança, e a dinâmica das salas de aula que obtêm bons e maus resultados - tudo isso com o intuito de demonstrar que muita coisa bela e importante no mundo surge do que pode ser visto inicialmente como sofrimento e adversidade. Na tradição dos sucessos anteriores de Gladwell, 'Davi e Golias' lança mão da história, da psicologia e de uma narrativa poderosa para abalar e reformular nosso pensamento sobre o mundo à nossa volta.


“O poder das mulheres fortes”, Marcus Buckingham


Sinopse: O consultor e pesquisador Marcus Buckingham, conhecido pelo sucesso Descubra seus pontos fortes, já ajudou milhões de pessoas no processo de identificar seus talentos e tirar o máximo proveito deles.
Agora, o autor volta seu foco para as mulheres. Pesquisas realizadas ao longo dos últimos 40 anos revelam que, apesar de hoje terem mais oportunidades, reconhecimento profissional, influência e dinheiro, as mulheres estão mais insatisfeitas, ansiosas e estressadas.
Neste livro Buckingham faz uma análise reveladora sobre a realidade feminina e derruba os maiores mitos em torno do que elas pensam, sentem e desejam.
Por meio de estratégias práticas, exemplos e depoimentos, você aprenderá a lidar com o excesso de escolhas, definir prioridades e ter mais tempo de qualidade, além de cultivar relacionamentos mais gratificantes.
Para ajudá-la a se conhecer melhor e fazer escolhas que reflitam seus verdadeiros desejos, o autor desenvolveu o Teste da Vida Forte, que analisa seu perfil e aponta o papel que você nasceu para desempenhar, tanto em casa quanto no trabalho.
Siga os conselhos do maior especialista em pontos fortes e saiba que é possível unir sucesso e felicidade.


“Antes de dizer adeus”, Susan Spencer-Wendel e Bret Witter


Sinopse: Em junho de 2011, Susan Spencer-Wendel teve o diagnóstico de esclerose lateral amiotrófica (ELA). Também conhecida como doença de Lou Gehrig, essa condição degenerativa é progressiva e destrói sistematicamente todos os nervos que estimulam os músculos do corpo. Ela tinha 43 anos, um marido dedicado, três filhos – e apenas um ano de vida saudável pela frente.
Determinada a viver esse último ano com alegria, Susan deixou seu emprego como jornalista e decidiu passar o tempo que lhe restava ao lado da família. Ela construiu um espaço de convivência para receber os amigos no quintal de casa e planejou sete viagens com as pessoas mais importantes de sua vida.
Apesar de não ter controle sobre o rápido declínio de seu estado de saúde, Susan se recusa a desistir. Com sua força extraordinária e seu espírito indomável, ela está determinada a transformar cada um de seus dias numa experiência significativa, cada momento numa celebração da vida, da amizade e do amor.
Antes de dizer adeus é o relato emocionante de um ano vivido em sua plenitude, uma história de alegria, companheirismo, otimismo e aceitação.
Embora seu corpo esteja se enfraquecendo, Susan Spencer compartilha conosco o processo de fortalecimento de sua mente – uma lição de serenidade e bom humor frente aos percalços da vida, um ensinamento comovente que nos leva a refletir sobre o que realmente importa, um reconhecimento do milagre que é estar vivo.


“Em busca de Francisco”, Ian Morgan Cron


Sinopse: Chase Falson é um pastor evangélico da Nova Inglaterra que perdeu a fé em Deus, na Bíblia e na sua igreja. Atormentado por dúvidas existenciais, ele fica ainda mais abalado com a morte repentina de uma criança da sua congregação e começa a pôr em xeque todas as certezas que antes eram os alicerces de sua vida. Seus questionamentos o fazem mergulhar em uma profunda crise espiritual e, depois de ter um colapso em pleno culto, acaba sendo afastado de seu ministério.
Decepcionado consigo mesmo por não ter se mantido firme em sua crença, Chase decide passar um tempo na Itália com seu tio Kenny, um padre franciscano. Lá ele é apresentado aos ensinamentos de São Francisco de Assis, que viveu há mais de 800 anos e cuja maneira simples de amar Jesus mudou a história do mundo e renovou a Igreja Católica em meio às trevas da Idade Média.
Considerado por muitos o “último cristão”, São Francisco foi um homem que nasceu em uma família rica, mas abriu mão de tudo o que tinha para viver como pregava Jesus Cristo, dedicando-se aos menos afortunados e amando todas as criaturas, chamando-as de irmãos.
Santo inconformista, ele não criticou a Igreja como instituição, mas também não aceitou mantê-la como ela sempre fora. Em vez disso, colocou em prática todas as mudanças que queria ver à sua volta.
Na tentativa de recuperar sua fé e preencher o vazio da alma, Chase concorda em partir em peregrinação pelos lugares sagrados em que Deus se revelou ao venerado santo italiano.
Ao longo dessa busca, ele conhece diversas pessoas que vivenciaram incríveis experiências de fé. As histórias emocionantes que elas lhe contam iluminam seu caminho para reconquistar a graça, a humildade e a alegria de viver.


Primeira Pessoa

“Não se preocupe comigo”, Marcelo Yuka


Sinopse: Novembro de 2000. Nove tiros. Um dos mais contundentes e brilhantes músicos da geração 90, Marcelo Yuka, na época compositor e baterista da banda O Rappa, viu a vida se transformar ao ser alvejado por bandidos. Até então, sua trajetória seguia o caminho do melhor dos sonhos e, como ele mesmo diz, “sonho de ninguém comporta a realidade de ter virado um aleijado”.
Naquela hora, teve a certeza de que não morreria, mas seria preciso renascer.
Perdeu a força para a bateria, perdeu a mobilidade para viajar com o grupo, mas, o pior de tudo: foi demitido da banda que ele próprio ajudara a criar.
Amigo de bandido, de político, de policial, Marcelo Yuka se reinventou como artista e como pessoa. Sua preocupação social o manteve em cena. No processo de recuperação, convive até hoje com dores lancinantes e tem dificuldade para executar tarefas simples. Porém decidiu experimentar novas possibilidades: na música, nas artes e até na política.
Neste livro, Yuka faz um relato de alma, mantendo um compromisso raro com a verdade de suas angústias e alegrias.
Apesar das dores dos anos, Yuka manteve uma sensação de juventude pulsante que o fez seguir criando. E mesmo que sua história possa indicar o contrário, ele não abandonou a crença de que o melhor ainda está por vir.


Arqueiro

“Uma carta de amor”, Nicholas Sparks


Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.


“Jogos do prazer” (3º livro da série Os Rothwells), Madeline Hunter



Sinopse: A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.


“As mentiras de Locke Lamora” (1º livro da série Nobres Vigaristas), Scott Lynch


Sinopse: O Espinho é uma figura lendária: um espadachim imbatível, um especialista em roubos vultosos, um fantasma que atravessa paredes. Metade da excêntrica cidade de Camorr acredita que ele seja um defensor dos pobres, enquanto o restante o considera apenas uma invencionice ridícula.
Franzino, azarado no amor e sem nenhuma habilidade com a espada, Locke Lamora é o homem por trás do fabuloso Espinho, cujas façanhas alcançaram uma fama indesejada. Ele de fato rouba dos ricos (de quem mais valeria a pena roubar?), mas os pobres não veem nem a cor do dinheiro conquistado com os golpes, que vai todo para os bolsos de Locke e de seus comparsas: os Nobres Vigaristas.
O único lar do astuto grupo é o submundo da antiquíssima Camorr, que começa a ser assolado por um misterioso assassino com poder de superar até mesmo o Espinho. Matando líderes de gangues, ele instaura uma guerra clandestina e ameaça mergulhar a cidade em um banho de sangue. Preso em uma armadilha sinistra, Locke e seus amigos terão sua lealdade e inteligência testadas ao máximo e precisarão lutar para sobreviver.


Saída de Emergência

“A espada de Shannara”, Terry Brooks


Sinopse: Há muito tempo atrás, as guerras de um anciente Mal arruinou o mundo e a humanidade foi forçada a competir com muitas outras raças - gnomos, trolls, anões e elfos. No pacífico vale de Shay o meio-elfo Shea Ohmsford sabe pouco de tais problemas, isso até o gigante proibido com poderes druidas estranhos, Allanon, lhe revelar que o supostamente morto Lorde Warlock está tramando para destruir o mundo em pequenas parcelas. A única arma capaz contra seu poder da escuridão é a Espada de Shannara, que pode ser usada apenas pelo verdadeiro herdeiro de Shannara. E Shea é o último dessa linhagem e nele repousa a esperança de todas as raças. Logo o Portador da Caveira, um pavoroso favorito do Mal, se dirige para o Vale para matar Shea. Para salvar o Vale da destruição, Shea foge, levando em seu encalço o Portador da Caveira.


quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

RESENHA "Um conto do destino" de Mark Helprin

Título: Um Conto do Destino
Título original: Winter’s tale
Autor: Mark Helprin
Editora: Novo Conceito
Lançamento: 2014
Páginas: 720

Sinopse: É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer?

Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer! 
Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta. Surpreendente e intenso, UM CONTO DO DESTINO nos transporta do século 19 ao fi nal do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. Uma pintura mágica da beleza e
do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.


Após ver o trailer da adaptação cinematográfica de "Um Conto do Destino" eu pensei: PRECISO MUITO LER ESTE LIVRO e bom... Ual! Foi esse meu último pensamento que tive ao ler a última página de “Um Conto do Destino”.



O filme estreou nas telonas semana passada, 21 de fevereiro, e ainda está em cartaz...

Este é um livro para quem gosta de fábulas, de gelo, frio e inverno, mas também pra quem consegue enxergar magia e amor ao redor do mundo e sentir o pulsar de sentimento com cada batida do seu coração e alma, um amor real.

Prepare-se para viajar por Nova York de uma forma extraordinária. O ano é 1900 em uma Manhattan mais já moderna onde tudo é possível... “Esta não é uma história de amor, este é um amor real” – é mais: Helprin fala com o coração e descreve com a alma e o resultado final é uma pintura do que a imaginação humana é capaz.

Conheci Peter Lake e o achei um malandro encantador, com seu sotaque irlandês e um senso de humor misturado com sensibilidades de um honesto trabalhador mecânico e com a desenvoltura de um ladrão. Eis que Peter decide roubar a imensa mansão de Isaac Penn, milionário e editor do The Sun, um dos maiores jornais de Nova York. A mansão é localizada em Upper West Side e mais parece um forte. O ladrão pensa que a casa está vazia, mas acaba se surpreendendo quando encontra a filha do dono, Beverly Penn, no interior.  Assim começa o romance entre Peter e Beverly, uma jovem e bela mulher que tem pouco tempo de vida por conta de uma Tuberculose. Os dois começam um relacionamento e Beverly insiste em levá-lo para o Lago de Coheeries, onde sua família está de férias. Isaac Penn questiona Peter Lake que admite ser um ladrão, mas que não quer o dinheiro dos Penn. Ele só que o amor de Beverly, só quer amá-la e fazê-la feliz durante o tempo que ela tem para viver.

Ao longo da maior parte do livro, Peter Lake é perseguido pelo líder de uma gangue, Pearly Soames. É aí que entra Athansor, o cavalo branco - MEU PERSONAGEM FAVORITO LINDO que me fez chorar por sua magia, pureza e beleza - praticamente um anjo da guarda que auxilia Peter em suas fugas.

"Havia um cavalo branco, em uma tranquila manhã de inverno, quando a neve cobria as ruas e não era tão espessa, e o céu estava pontilhado por estrelas vibrantes..."


Beverly morre poucos meses depois da virada do século. Peter retorna à vida nas ruas desejando a morte e se refugia em um porão. Numa noite o mecânico adormece e sonha com Beverly…conforme ele dorme um sono pesado, Pearly Soames e sua gangue cercam o lugar onde Peter está. Depois dessa inesperada “visita” Peter não tem escolha e foge com Athansor "finalizando" a primeira parte do conto.

O livro é um romance de 720 páginas. O original é dividido em quatro livros, mas a edição da Novo Conceito é única.  Helprin salta desde o início do século 20 até o seu fim, abrindo o palco e redefinindo-o com um elenco totalmente de novas personagens.

A história central fala de Peter Lake e em seguida outros contos se interligam e se completam.  Vittorio Marratta, Hardesty Marrata,Virginia Gamely, Sra Gamely, Christiana, Cecil, Praeger, Jackson Mead, e muitas outras personagens completam esse "conto de fadas moderno". O cavalo continua sendo meu personagem preferido.

Não vou entrar em muitos detalhes para não dar spoilers, mas depois de uma série de invernos uma grande nevasca atinge Nova York . Peter Lake reaparece nas águas geladas e é captado por uma balsa. Ele está desmemoriado e não faz ideia de quem é ou de onde veio – pra mim é a parta mais engraçada do livro. Ele é levado para um hospital e quando acorda não tem noção que viajou através do tempo. Mas quando vê a cidade percebe que as coisas mudaram...

As personagens se encontram e se perdem nos caminhos do destino. A prosa é luxuosa, mas densa. Mas garanto que você vai se apaixonar por esse intenso realismo mágico que Helprin consegue descrever. A narrativa é repleta de passagens bem escritas, detalhes a la Lygia Fagundes Teles, ou seja, que ostentam uma obra viva, pulsante, inspiradora, e uma linguística totalmente metafórica e metafísica.  É uma das melhores aventuras literárias que eu já li até hoje e quando terminei pensei: "Não vejo a hora de por reler novamente". 

Pra finalizar eu deixo minhas frases favoritas do livro que vão falar por si e por sua própria magia:

"Mesmo quando a cidade parece não ser maior que um inseto, ela está viva.” – Pág. 9.

 “Aquele parecia ser um lugar perfeito.” – Pág. 13.

 “Seus olhos pareciam com lâminas e diamantes brancos.” – Pág. 27. 

“A verdade não é mais redonda do que o olho de um cavalo.” – Pág. 53.

 “A força de uma corrente é igual à força do seu elo mais fraco.” – Pág. 82. 

“A febre e o delírio fazem as vezes de um transe divino e inesgotável.” – Pág. 105.

 “Paralelos de luz choviam sobre a terra em raios ilusórios que se espalhavam sobre tudo.” – Pág. 112.

 “A tristeza resignada surge com o excesso de sonhos e desejos.” – Pág. 119.

 “Aqueles que esperam demais não revelam suas angústias a ninguém.” – Pág. 128. 

“A verdadeira redenção só seria possível se todos os tropeços e mudanças tivesses algum significado.” – Pág.137. “Quem disse que a justiça é algo que se pode imaginar?” – Pág. 168.

 “Há justiça no mundo, mas ela não pode existir sem mistério.” – Pág. 168. 

“Todas as ações do mundo tem consequências que nunca serão esquecidas.” – Pág. 193.

 “Todas as coisas sempre se aquietam e depois florescem.” – Pág.200. 

“Mesmo soldados derrotados às vezes sobrevivem.” – Pág. 203. 

“Ideias podem estar na moda ou não, e aquelas que deveriam prevalecer geralmente são derrotadas.” – Pág. 269. 

“Estar louco é sentir com uma intensidade excruciante a tristeza e a alegria de uma época que ainda não chegou e já foi.” – Pág. 503. 

“O gato é uma desculpa para que uma mulher solitária possa conversar consigo mesma.” – Pág. 504.

 “Pessoas solitárias têm um entusiasmo que nem sempre pode ser explicado.” – Pág. 541.

 “Um ato benevolente é como um gafanhoto: ele fica adormecido até ser chamado.” – Pág.639. 

“Aqueles que são amados não desaparecem simplesmente para sempre.” – Pág.680.

“Um sonho não é uma ferramenta para este mundo, e sim um portal para o próximo.” – Pág.637.

 “O mundo existe num equilíbrio perfeito.” – Pág. 712. 



quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

RESENHA: "Sleeping Beauty", de Phillip Margolin

Por Francine Estevão

Título: Sleeping Beauty
Autor: Phillip Margolin
Editora: HarperCollins
Lançamento: 2004
Páginas: 452

Sinopse: Estrela da equipe de futebol da sua escola, Ashley Spencer é ainda uma adolescente quando, numa trágica madrugada, um estranho invade a sua casa e mata o seu pai, Norman, e a sua melhor amiga, Tanya Jones. Ashley consegue escapar mas, a partir dessa noite, vive permanentemente assustada e deprimida. Mais tarde a sua mãe, Terri, consegue convencê-la a conhecer uma escola de elite fundada pelo milionário Henry Van Meter, a exclusiva Academia Oregon, cuja diretora, Casey Van Meter, interessada em integrá-la na equipe de futebol, lhe oferece uma bolsa de estudos. Por algum tempo tudo parece voltar à normalidade, mas é então que o assassino volta a atacar. Desta vez o criminoso mata a mãe de Ashley e deixa a diretora do colégio em estado de coma. Tudo parece indicar que o autor dos crimes é o escritor Joshua Maxfield que acaba por ser julgado e condenado à morte. Porém, mesmo com ele preso Ashley não encontra a tranquilidade que esperava e entretanto descobre um segredo que envolve a sua família e que está relacionado com os crimes.


“Sleeping Beauty” (“A morte escreve certo”, em português, lançado pela Rocco) traz surpresas até a última página. Para quem gosta de reviravoltas em histórias policiais investigativas, superindico a leitura que nos prende do início ao fim. Juro, já achava o livro ótimo na primeira página e não mudei de ideia quando cheguei ao fim. No entanto, devo fazer uma observação. O livro é um pouco extenso e seu “miolo” é meio lento, pois traz detalhadamente o julgamento do caso, com depoimentos e tudo mais. Mas a história é tão boa que você se envolve e acaba relevando esse detalhe.

O livro começa com um autor (Miles) em turnê lançando o livro “Sleeping Beauty”, sobre um serial killer (Joshua) que matou os pais e uma amiga de Ashley, e que deixou a irmã de Miles (Casey) em coma por mais de cinco anos. O livro mescla, até o fim, o book tour de Miles com o caso em si, que é contado pela visão de Ashley.

Ashley estava dormindo quando seu pai e sua melhor amiga foram assassinados. Era para ela ter morrido também, mas o assassino resolveu, antes de matá-la, fazer uma pausa para ir até a cozinha e comer um pedaço de torta e tomar um pouco de leite. Isso possibilitou à jovem escapar e sobreviver para contar a história.

Depois de conseguir retomar sua vida ao lado da mãe (Terri), que na noite do crime estava trabalhando e, portanto, também sobreviveu, Ashley é chamada para integrar o time de futebol de uma escola, comandada por Casey. Lá, Ashley e Terri conhecem o famoso escritor Joshua, que convida Terri a participar de suas aulas abertas de escrita. Logo no início do curso, Joshua lê o pedaço de um novo livro que está sendo escrito por alguém que ele não revela o nome e Terri fica apavorada. A história é praticamente tudo o que aconteceu na sua casa quando seu marido morreu.

Ao pedir ajuda para Casey, por desconfiar de Joshua, Terri acaba sendo assassinada e Casey sobrevive, mas entra em coma. No entanto, Ashley viu Joshua na cena do crime e então começa uma caçada ao professor-escritor-serial killer.

Durante toda a leitura você é embalado por uma sensação de desconfiança ao mesmo tempo em que você e todos na história têm certeza de quem é o verdadeiro culpado. Até o penúltimo capítulo, você fica nesse misto de certeza e dúvida e se surpreende com o final.

“Sleeping Beauty” é mais uma prova de que excelentes livros do gênero só são excelentes por causa dos pequenos detalhes que só gênios da literatura policial são capazes de criar.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

LANÇAMENTOS de Março - Novo Conceito



“Diga aos lobos que estou em casa” - Carol Rifka Brunt



Sinopse: 1987. Só existe uma pessoa no mundo inteiro que compreende June Elbus, de 14 anos. Essa pessoa é o seu tio, o renomado pintor Finn Weiss. Tímida na escola, vivendo uma relação distante com a irmã mais velha, June só se sente “ela mesma” na companhia de Finn; ele é seu padrinho, seu confidente e seu melhor amigo. Quando o tio morre precocemente de uma doença sobre a qual a mãe de June prefere não falar, o mundo da garota desaba. Porém, a morte de Finn traz uma surpresa para a vida de June – alguém que a ajudará a curar a sua dor e a reavaliar o que ela pensa saber sobre Finn, sobre sua família e sobre si mesma. No funeral, June observa um homem desconhecido que não tem coragem de se juntar aos familiares de Finn. Dias depois, ela recebe um pacote pelo correio. Dentro dele há um lindo bule que pertenceu a seu tio e um bilhete de Toby, o homem que apareceu no funeral, pedindo uma oportunidade para encontrá-la. À medida que os dois se aproximam, June descobre que não é a única que tem saudades de Finn. Se ela conseguir confiar realmente no inesperado novo amigo, ele poderá se tornar a pessoa mais importante do mundo para June. "Diga Aos Lobos Que Estou Em Casa" é uma história sensível que fala de amadurecimento, perda do amor e reencontro, um retrato inesquecível sobre a maneira como a compaixão pode nos reconstruir.

“Fênix: A Ilha” (Livro 01) - John Dixon


Sinopse: Sem telefone. Sem sms. Sem e-mail. Sem TV. Sem internet. Sem saída. Bem-vindo a Fênix: A Ilha. Na teoria, ela é um campo de treinamento para adolescentes problemáticos. Porém, os segredos da ilha e sua floresta são tão vastos quanto mortais. Carl Freeman sempre defendeu os excluídos e sempre enfrentou, com boa vontade, os valentões. Mas o que acontece quando você é o excluído e o poder está com aqueles que são perversos?

“Quando Tudo Volta” - John Corey Whaley


Sinopse: Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador. O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas. Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.

“As Gêmeas” - Saskia Sarginson


Sinopse: As gêmeas Isolte e Viola eram inseparáveis na infância, mas se tornaram mulheres muito diferentes: Isolte tem um emprego glamouroso em uma revista de moda de Londres, namora um fotógrafo e vive em um bairro descolado. Viola, desesperadamente infeliz, luta contra um transtorno alimentar e não faz questão de se ajustar a nenhum grupo. O que pode ter acontecido para levar as gêmeas a seguirem trajetórias tão desencontradas? À medida que as duas jovens começam a reviver os eventos do último verão em família, terríveis segredos do passado vêm à tona – e ameaçam invadir suas vidas adultas.


“A Filha do Louco” (Livro 01) - Megan Shepherd


Sinopse: Juliet Moreau construiu sua vida em Londres trabalhando como arrumadeira - e tentando se esquecer do escândalo que arruinou sua reputação e a de sua mãe, afinal ninguém conseguira provar que seu pai, o Dr. Moreau, fora realmente o autor daquelas sinistras experiências envolvendo seres humanos e animais. De qualquer forma, seu pai e sua mãe estavam mortos agora, portanto, os boatos e as intrigas da sociedade londrina não poderiam mais afetá- la... Mas, então, ela descobre que o Dr. Moreau continua vivo, exilado em uma remota ilha tropical e, provavelmente, fazendo suas trágicas experiências. Acompanhada por Montgomery, o belo e jovem assistente do cirurgião, e Edward, um enigmático náufrago, Juliet viaja até a ilha para descobrir até onde são verdadeiras as acusações que apontam para sua família.

“Perto de Você” (Os Sullivans - Livro 07) - Bella Andre


Sinopse: Ser milionário e famoso nem sempre é o suficiente. Smith é um astro de Hollywood que tem o mundo aos seus pés, mas sente que falta alguma coisa. Cada um dos seus irmãos está encontrando o par perfeito, e ele não quer mais ficar por aí, saindo com beldades que não significam nada depois que a noite termina. Mesmo sendo a mais discreta e fria das mulheres, Valentina acaba chamando a atenção de Smith. Imediatamente, o galã investe na sua conquista, mas esse desafio não será tão simples de vencer. Será que o charme dos irmãos Sullivan não é mais o mesmo? Quando você pensa que não poderia ficar melhor, Bella Andre chega com um novo livro de tirar o fôlego. Você já tem um novo Sullivan preferido!

“O Código do Apocalipse” (Leo Tillman & Heather - Livro 02) - Adam Blake


Sinopse: Depois das investigações de Manuscritos do Mar Morto, a ex-detetive Heather Kennedy recebe um telefonema com uma proposta de trabalho. Um suposto roubo no Museu Britânico precisa ser investigado. Kennedy rapidamente deduz que alguém teve acesso a livros sobre Johann Toller, um profeta europeu louco do século 17. Acreditando que o fim dos dias estava em suas mãos, Toller fez uma série de previsões relacionadas ao Apocalipse e aos eventos que o precederiam. Mas nenhuma delas havia se tornado realidade até então. Agora, pouco a pouco, os sinais se confirmam. Com a ajuda do mercenário e antigo parceiro Leo Tillman e de uma jovem que pertence a uma tribo secreta, Kennedy deve lutar para impedir que a próxima profecia se concretize: a destruição de uma cidade sem nome...

“O Começo de Tudo” - Robyn Schneider


Sinopse: O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social. Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz. Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios? "O Começo de Tudo" é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

SORTEIO: "Um Conto do Destino"

O filme "Um Conto do Destino" chega hoje (21/02) ao cinemas do Brasil. Neste mês também, a história chegou às livrarias de todo o país, lançada pela Editora Novo Conceito.

Como nós não deixaríamos vocês de fora desse sucesso, resolvemos presentear um leitor da Sociedade do Livro com um exemplar desta história linda!

Então boa sorte a todos e fiquem atentos aos termos e condições! ;)








a Rafflecopter giveaway

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

RESENHA: "Nada", de Janne Teller

Por Francine Estevão

Título: Nada
Título Original: Intet
Autora: Janne Teller
Editora: Record
Lançamento: 2013
Páginas: 127

Sinopse: “Nada importa.” “Você começa a morrer no instante em que nasce.” Pierre Anthon está no sétimo ano e tem a certeza de que nada na vida tem importância. Por isso, ele decide abandonar a sala de aula e passar os dias nos galhos de uma ameixeira, tentando convencer seus companheiros de classe a pensar do mesmo modo. Agora, diante da recusa do menino de descer da árvore, seus colegas farão uma pilha de objetos que significam muito para cada um deles, e com isso esperam persuadi-lo de que está errado.
A pilha começa com uma coleção de livros, uma vara de pescar, um hamster de estimação... Contudo, com o passar do tempo, os participantes se desafiam a abrir mão de coisas ainda mais especiais. A pilha de significados logo se transforma em algo macabro e doentio, que coloca em xeque a fé e a inocência da juventude.
Após grande aclamação da crítica e inúmeros prêmios, Nada é considerado um clássico moderno, tendo vendido cerca de 240 mil exemplares na Alemanha e com direitos de tradução para 22 países. Printz Honor de 2011.


Quando minha amiga me falou sobre um livro chamado “Nada”, que falava sobre um menino que resolveu morar em cima de uma árvore por acreditar que nada na vida valia a pena, eu pensei “PRECISO desse livro”.

Para quem não sabe, minha relação com a palavra nada e o sentido (ou a falta de sentido) que essa simples palavra de quatro letras dá à vida é tão forte que ela foi a escolhida para ser o nome do meu blog pessoal (Sobre o Nada) justamente por eu acreditar que tudo na vida é sobre absolutamente nada.

Li o livro da Janne Teller em no máximo duas horas de tão curto e tão envolvente que ele é. Confesso que o final não foi exatamente o que eu esperava (embora eu não saiba bem qual seria um final ideal), mas quando você reflete, percebe que ele casa perfeitamente com o propósito do livro. O final é tão impactante quanto todas as poucas páginas de “Nada” que nos fazem pensar nas coisas que realmente são importantes na nossa vida, o que significa, de fato, ser importante e o quão relativo é a importância das coisas.

Janne Teller foi incrivelmente brilhante ao criar a história de “Nada”. O livro tem passagens bastante leves e outras completamente aflitivas, perturbadoras, que nos fazem passar alguns minutos em choque antes de prosseguir com a leitura. Ela toca na ferida de maneira suave, mas sem deixar de nos fazer parar pra pensar.

Pierre Anthon é um aluno da 7ª série que, no primeiro dia depois da volta às aulas, decide abandonar a classe. Ele sobe em uma ameixeira e passa a viver lá em cima, importunando seus antigos colegas de escola sobre o quão vazio é o sentido das coisas. Ele é um defensor absoluto do nada. Mas os seus colegas ainda são jovens demais para se render à probabilidade de a vida não ser nada e não levar a lugar nenhum. Por isso, toda a turma da classe de Pierre se une com o objetivo de provar ao garoto que a vida tem sim um significado.

Depois de muito pensar sobre como fazer isso – e quase desistir se rendendo à teoria de “nada” de Pierre - de forma a convencer Pierre a descer da ameixeira e parar de tentar convencê-los da importância do nada (ou da falta de importância de tudo), eles decidem reunirem “objetos” que são importantes para cada um deles e ao final mostrar aquele monte - que eles chamam de “significado” - ao colega.

Apesar de ser conduzida por jovens, a história nos apresenta alguns aspectos bastante pesados que nos incomodam não apenas pelos fatos em si, mas pelo motivo pelo qual acontecem. Acredito que ele mostra a trajetória de perda da inocência adolescente destes jovens em busca de algo que não os impeça de crescer e seguir suas vidas em frente.

Eu gostaria de falar mais sobre a história, mas ai cairia no mal dos spoilers. Então vou parar por aqui. Apenas para completar – e convencer todos vocês a lerem “Nada” – o livro tem o poder de mexer com a cabeça de cada leitor de um jeito único. Você vai julgar cada personagem (não só Pierre), suas atitudes e descobertas e vai parar para pensar em suas próprias atitudes e nos significados da sua própria vida. O que é tão importante pra você, por que e onde isso vai te levar?