quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

RESENHA "Um conto do destino" de Mark Helprin

Título: Um Conto do Destino
Título original: Winter’s tale
Autor: Mark Helprin
Editora: Novo Conceito
Lançamento: 2014
Páginas: 720

Sinopse: É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer?

Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer! 
Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta. Surpreendente e intenso, UM CONTO DO DESTINO nos transporta do século 19 ao fi nal do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. Uma pintura mágica da beleza e
do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.


Após ver o trailer da adaptação cinematográfica de "Um Conto do Destino" eu pensei: PRECISO MUITO LER ESTE LIVRO e bom... Ual! Foi esse meu último pensamento que tive ao ler a última página de “Um Conto do Destino”.



O filme estreou nas telonas semana passada, 21 de fevereiro, e ainda está em cartaz...

Este é um livro para quem gosta de fábulas, de gelo, frio e inverno, mas também pra quem consegue enxergar magia e amor ao redor do mundo e sentir o pulsar de sentimento com cada batida do seu coração e alma, um amor real.

Prepare-se para viajar por Nova York de uma forma extraordinária. O ano é 1900 em uma Manhattan mais já moderna onde tudo é possível... “Esta não é uma história de amor, este é um amor real” – é mais: Helprin fala com o coração e descreve com a alma e o resultado final é uma pintura do que a imaginação humana é capaz.

Conheci Peter Lake e o achei um malandro encantador, com seu sotaque irlandês e um senso de humor misturado com sensibilidades de um honesto trabalhador mecânico e com a desenvoltura de um ladrão. Eis que Peter decide roubar a imensa mansão de Isaac Penn, milionário e editor do The Sun, um dos maiores jornais de Nova York. A mansão é localizada em Upper West Side e mais parece um forte. O ladrão pensa que a casa está vazia, mas acaba se surpreendendo quando encontra a filha do dono, Beverly Penn, no interior.  Assim começa o romance entre Peter e Beverly, uma jovem e bela mulher que tem pouco tempo de vida por conta de uma Tuberculose. Os dois começam um relacionamento e Beverly insiste em levá-lo para o Lago de Coheeries, onde sua família está de férias. Isaac Penn questiona Peter Lake que admite ser um ladrão, mas que não quer o dinheiro dos Penn. Ele só que o amor de Beverly, só quer amá-la e fazê-la feliz durante o tempo que ela tem para viver.

Ao longo da maior parte do livro, Peter Lake é perseguido pelo líder de uma gangue, Pearly Soames. É aí que entra Athansor, o cavalo branco - MEU PERSONAGEM FAVORITO LINDO que me fez chorar por sua magia, pureza e beleza - praticamente um anjo da guarda que auxilia Peter em suas fugas.

"Havia um cavalo branco, em uma tranquila manhã de inverno, quando a neve cobria as ruas e não era tão espessa, e o céu estava pontilhado por estrelas vibrantes..."


Beverly morre poucos meses depois da virada do século. Peter retorna à vida nas ruas desejando a morte e se refugia em um porão. Numa noite o mecânico adormece e sonha com Beverly…conforme ele dorme um sono pesado, Pearly Soames e sua gangue cercam o lugar onde Peter está. Depois dessa inesperada “visita” Peter não tem escolha e foge com Athansor "finalizando" a primeira parte do conto.

O livro é um romance de 720 páginas. O original é dividido em quatro livros, mas a edição da Novo Conceito é única.  Helprin salta desde o início do século 20 até o seu fim, abrindo o palco e redefinindo-o com um elenco totalmente de novas personagens.

A história central fala de Peter Lake e em seguida outros contos se interligam e se completam.  Vittorio Marratta, Hardesty Marrata,Virginia Gamely, Sra Gamely, Christiana, Cecil, Praeger, Jackson Mead, e muitas outras personagens completam esse "conto de fadas moderno". O cavalo continua sendo meu personagem preferido.

Não vou entrar em muitos detalhes para não dar spoilers, mas depois de uma série de invernos uma grande nevasca atinge Nova York . Peter Lake reaparece nas águas geladas e é captado por uma balsa. Ele está desmemoriado e não faz ideia de quem é ou de onde veio – pra mim é a parta mais engraçada do livro. Ele é levado para um hospital e quando acorda não tem noção que viajou através do tempo. Mas quando vê a cidade percebe que as coisas mudaram...

As personagens se encontram e se perdem nos caminhos do destino. A prosa é luxuosa, mas densa. Mas garanto que você vai se apaixonar por esse intenso realismo mágico que Helprin consegue descrever. A narrativa é repleta de passagens bem escritas, detalhes a la Lygia Fagundes Teles, ou seja, que ostentam uma obra viva, pulsante, inspiradora, e uma linguística totalmente metafórica e metafísica.  É uma das melhores aventuras literárias que eu já li até hoje e quando terminei pensei: "Não vejo a hora de por reler novamente". 

Pra finalizar eu deixo minhas frases favoritas do livro que vão falar por si e por sua própria magia:

"Mesmo quando a cidade parece não ser maior que um inseto, ela está viva.” – Pág. 9.

 “Aquele parecia ser um lugar perfeito.” – Pág. 13.

 “Seus olhos pareciam com lâminas e diamantes brancos.” – Pág. 27. 

“A verdade não é mais redonda do que o olho de um cavalo.” – Pág. 53.

 “A força de uma corrente é igual à força do seu elo mais fraco.” – Pág. 82. 

“A febre e o delírio fazem as vezes de um transe divino e inesgotável.” – Pág. 105.

 “Paralelos de luz choviam sobre a terra em raios ilusórios que se espalhavam sobre tudo.” – Pág. 112.

 “A tristeza resignada surge com o excesso de sonhos e desejos.” – Pág. 119.

 “Aqueles que esperam demais não revelam suas angústias a ninguém.” – Pág. 128. 

“A verdadeira redenção só seria possível se todos os tropeços e mudanças tivesses algum significado.” – Pág.137. “Quem disse que a justiça é algo que se pode imaginar?” – Pág. 168.

 “Há justiça no mundo, mas ela não pode existir sem mistério.” – Pág. 168. 

“Todas as ações do mundo tem consequências que nunca serão esquecidas.” – Pág. 193.

 “Todas as coisas sempre se aquietam e depois florescem.” – Pág.200. 

“Mesmo soldados derrotados às vezes sobrevivem.” – Pág. 203. 

“Ideias podem estar na moda ou não, e aquelas que deveriam prevalecer geralmente são derrotadas.” – Pág. 269. 

“Estar louco é sentir com uma intensidade excruciante a tristeza e a alegria de uma época que ainda não chegou e já foi.” – Pág. 503. 

“O gato é uma desculpa para que uma mulher solitária possa conversar consigo mesma.” – Pág. 504.

 “Pessoas solitárias têm um entusiasmo que nem sempre pode ser explicado.” – Pág. 541.

 “Um ato benevolente é como um gafanhoto: ele fica adormecido até ser chamado.” – Pág.639. 

“Aqueles que são amados não desaparecem simplesmente para sempre.” – Pág.680.

“Um sonho não é uma ferramenta para este mundo, e sim um portal para o próximo.” – Pág.637.

 “O mundo existe num equilíbrio perfeito.” – Pág. 712. 



6 comentários:

  1. É bom mesmo esse livro?

    ResponderExcluir
  2. poxa vida ! amei sua resenha ! estou na pg 315 e esse livro está sendo um desafio p mim , as vezes me perco no tempo e no espaço da estória rsrsrsrsrsr.........

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua resenha, comecei o livro ontem, estou ansiosa para terminar o livro. Reparei nas frases que você postou e uma deles eu li hoje é já grifei: “A verdade não é mais redonda do que o olho de um cavalo.” – Pág. 53.

    http://buscaporpalavras.blogspot.com.br/

    Até mais,
    ótima pascoa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/

      Obaaa! Notícia boa! Obrigada pela visita! Espero que AME a leitura como eu. Feliz que gostou das frases ;)

      Não leia todas para não perder a graça quando as encontrar no livro, hehehehe.

      Boa leitura e nos conte o que achou quanto terminar. Beijão e boa semana!

      Excluir
  4. Estou amando o livro, e agora vou baixar o filme que já esta disponível.

    ResponderExcluir
  5. Vi o filme e amei ,
    quero let o livro

    ResponderExcluir