quarta-feira, 16 de abril de 2014

RESENHA: "Uma carta de amor" de Nicholas Sparks

Por Maju Raz

Título: Uma carta de Amor
Título Original: Message in a Bottle
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Lançamento: 2014
Páginas: 277

Sinopse: Uma garrafa jogada no oceano pode passar centenas de anos viajando ao sabor das ondas sem nunca parar em terra firme. Porém, certa vez, o destino quis que uma em especial chegasse à costa algumas semanas depois de ter sido lançada ao mar. Theresa Osborne, uma colunista de um jornal de Boston divorciada e mãe de um menino de 12 anos, a encontra durante suas férias no litoral. Dentro do recipiente, há uma linda carta apaixonada. Para Garrett, o remetente, a mensagem é o único modo de expressar seu amor eterno pela mulher que perdeu. Para Theresa, descrente desse sentimento desde que o marido traiu sua confiança, o texto levanta questões que a intrigam. Movida pelo caráter misterioso da situação, ela empreende uma longa pesquisa e descobre não só a identidade completa de Garrett, mas também onde ele mora, e resolve ir atrás dele. Quando os dois se conhecem, imediatamente nascem um interesse e uma afinidade mútuos, que podem ser a chance de que ambos precisavam para se libertar do passado e reencontrar a felicidade. Uma carta de amor fala da dilacerante fragilidade das relações e, ao mesmo tempo, de seu imenso poder. É uma história sobre esperança, superação, desejo e as escolhas que mais importam na vida.


O amor verdadeiro é raro, e é a única coisa que dá sentido genuíno à vida.”

Para quem viu o filme, o final deste romance virá com nenhuma surpresa (mentira, você vai chorar mesmo assim). Mas quem não viu prepare os lenços...

Eu sabia no que ia mergulhar quando comecei a ler este livro. Eu tive que parar de lê-lo, vez em quando, enquanto aguardava pra ser atendida na psicóloga e no mecânico por vergonha de chorar em público.

"Seus sentimentos dizem muito sobre você... Não há do que se envergonhar."

A cada página ficava cada vez mais presa à história. Os trejeitos de cada personagem e as emoções são descritas minuciosamente - esse é o ponto forte do autor.  Já logo de cara nas primeiras folheadas eu fiquei extremamente emocionada e senti tudo o que a carta pretendia passar.


O trivial desta história fica no resumo: Há duas personagens neste romance. O primeiro é Theresa Osborne, que no início da história, vive com seu filho depois de separar do marido. Seu filho vai passar um tempo com o pai e Theresa encontra muito mais do que uma ruptura com a correria da cidade quando resolve passar um tempo na praia. Em uma manhã ela se depara com uma garrafa contendo uma mensagem enrolada dentro: "Minha Querida Catherine, Onde está você?...."


"Ela não sabia onde Garrett estava, mas ele existia de verdade. Se ela ignorar os próprios sentimentos, jamais descobrirá o que poderia acontecer, e por vários motivos isso é pior do que constatar que estava errada desde o início. Porque, ainda que esteja equivocada, ela será capaz de seguir sua vida sem olhar para trás e sem ficar imaginando o que poderia ter acontecido."

O segundo personagem é, naturalmente, Garrett Blake. Quando começamos a conhecê-lo na história, ele está sofrendo uma grande dor da perda de sua esposa e lutando para lidar com todo este desgosto. Eu amei as progressões de atitudes de Theresa e Garrett assim como gostei muito dos detalhes em doses certas e da escrita que flui e que prende. Eu gostei também muito da capa da Arqueiro, esse estilo novo de capa que adotaram ficou muito melhor que os outros títulos de Nicholas com as capas de fundo branco.


Theresa segue a trilha para a Carolina do Norte, onde ela descobre o passado de Garrett e que escrever mensagens transmitidas através de garrafas ao mar é o seu único consolo para lidar com a morte da ex-mulher. Ao encontrar com seu escritor misterioso, Theresa crê que foi tudo casual e os dois começam um romance. Mas os apaixonados passam dificuldades com a distância e as certezas. Eles também não querem largar tudo o que conquistaram de suas vidas concretizadas para se entregarem a um relacionamento que tem propensão ao fracasso. Entre as lembranças do passado com a ex mulher e os momentos do presente com Theresa, Garrett é um homem de coração estilhaçado, que não tem certeza se o amor morre junto de alguém e se esse amor pode voltar um dia...

"Um dia você vai encontrar alguém especial novamente. "

Com esta história, eu teria que dizer que eu gosto tanto do livro quanto do filme. Entre o papel e as telas, há diferenças sutis na história que, para mim, depois de “Um Porto seguro” é o que o torna diferente dos outros.

As pessoas dizem que o Nicholas tem uma fórmula pronta pra usar como base e escrever seus livros, mas tenho que dizer que neste romance me surpreendi e essas pessoas que falam dessa fórmula do Nick também deveriam ler para ver que não é bem assim, vão se maravilhar. 


"Num mundo que eu raramente compreendo, existem ventos do destino que sopram quando menos os esperamos. Às vezes sopram com a fúria de um tufão, às vezes mal tocam nossa face. Mas eles não podem ser negados, trazendo, como muitas vezes trazem, um futuro impossível de ignorar. Você, minha querida, é o vento que eu não previ, o vendaval que soprou com mais força do que jamais imaginei ser possível."






Conheçam mais títulos de Nicholas Sparks da Editora Arqueiro:


Nenhum comentário:

Postar um comentário