quarta-feira, 28 de outubro de 2015

RESENHA Confissões de Inverno de Brendan Kiely

Título: Confissões de Inverno
Título original: The Gospel Of Witner
Autor: Brendan Kiely
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 224

Sinopse: À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta. O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação. Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé. O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que a verdade liberta e abre caminho para o amor.

“Nem toda confissão ajuda, pois sempre há o que falar.”

A família do jovem Aidan está desmoronando. Ele lida com remédios, álcool e é voluntário em sua igreja católica onde o padre Greg faz sentir-se seguro... Quando Aidan finalmente reconhece o que está por trás dos afetos de Padre Greg, o garoto deve tomar algumas decisões complexas. Será que ele fica na dele e espera a dor ir embora? Ou será que ele abre a boca e expõe os sacerdotes da igreja?

"Continuei ouvindo a voz tranquilizadora do padre Greg dentro da minha cabeça enquanto eu olhava fixo da ponte para o rio. A voz dele estava dentro de mim, me silenciava. Vez por outra, um bloco de gelo se soltava e cortava o rio, até desaparecer de vista na escuridão distante. Eu não conseguia manter o foco. Queria um senso de direção, poder me ver com clareza e dizer Sim, sim, sim, este sou eu, mas meus pensamentos emergiam e se misturavam em meio ao caos, e eu não conseguia enxergar nada com nitidez."

Esse livro é extraordinário! É um retrato de várias dimensões de um jovem adolescente a lidar com muitas crises: a dissolução de sua família, conflitos internos e as consequências do abuso de um padre local... Enquanto qualquer um desses aspectos teriam sido desculpas para um romance convincente, Kiely trata-os com inteligência e graça.

"Vou vencer sozinha, de novo. Nós vamos - acrescentou, ao olhar para mim."

O que eu achei mais interessante sobre esse romance é o retrato do narrador e personagem principal Aidan Donovan. Sua voz e suas descrições das lutas que ele enfrenta, trouxeram de volta algumas lembranças de minha própria adolescência – não só situações particulares, mas sim na complexidade que é ser adolescente. Há uma honestidade e verdade emocional neste romance que o diferencia de outros e eu mais que indico para todos que gostam de temas polêmicos e religiosos que servem de alerta para todos nós.

"Por que nossos pontos mais vulneráveis são também os mais sedutores?"


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

J.K. Rowling anuncia o “Harry Potter and The Cursed Child”



Comemorando os 18 anos desde o primeiro livro da saga Harry Potter (Harry Potter e a Pedra Filosofal) a autora J.K Rowling anunciou na madrugada de hoje em seu Twitter oficial  uma peça de teatro, envolvendo o mundo Potter, nomeada “Harry Potter and the Cursed Child” (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada). A peça será dividida em duas partes e o site Pottermore divulgou oum cartaz animado, vejam:



“Eu estou muito animada por confirmar hoje que uma nova peça de teatro chamada ‘Harry Potter e a Criança Amaldiçoada’

O site Potterish divulgou mais informações completas sobre a peça:

A novidade mais importante revelada pelo colunista foi que Alvo Severo Potter, filho de Harry Potter, será o protagonista da história e os eventos da história terão inicio após o epílogo “Dezenove Anos Depois”. “É seguro dizer que ‘The Cursed Child’ começa de onde ‘Relíquias da Morte’ terminou”, revelou Sonia Friedman, que produz a peça ao lado de Colin Callender.

O pôster, de acordo com Baz, revela a seguinte chamada “The Eighth Story. Nineteen Years Later”(A Oitava História. Dezenove Anos Depois, em português), como a que o colunista publicou em seu Twitter na quinta-feira (22):

Sobre Al Potter, apelido de Alvo Severo, a reportagem revela que a história se baseia primariamente na dificuldade do garoto em lidar não apenas com o nome de dois diretores de Hogwarts, mas também com o peso que o legado de sua família traz em sua vida. Além disso, Alvo irá presenciar um momento em que o passado e o presente se misturar de maneira ameaçadora e Harry e seu filho deverão aprender a desconfortável verdade de que as vezes a escuridão vem de lugares inesperados.

Sem querer revelar muito mais sobre a história, os produtores também conversaram com Baz sobre os aspectos técnicos da peça e disseram que não pretendem criar uma super produção, cheia de tecnologias de ultima geração, e sim uma peça contada de uma maneira simples. No entanto, os produtores contrataram especialistas em efeitos especiais e um ilusionista que tomarão conta de toda a magia que será oferecida na história.

“Já que é uma peça, é importante ressaltar que, nesse estágio do processo não temos a intenção de uma produção de alta tecnologia, mas voltar a maneira simples de contar histórias”, disse Callender. Os produtores chamam esse tipo de peça de “teatro cru”.

A produção contará com 30 atores que começarão os ensaios a partir de fevereiro ou março de 2016, e é esperado que vejamos diversos rostos conhecidos entre os personagens. E falando em rostos, os produtores também contaram que mesmo Alvo tendo os olhos verdes como de seu pai e sua avó, [Lilian Potter], não haverá uma preocupação em procurar por alguém com essa característica particular já que a audiência não poderá notar a cor dos olhos dos atores de onde estarão sentados.

Se espera que a peça seja muito popular, por isso ingressos poderão ser vendidos a partir de 10 libras esterlinas durante as “previews”, apresentações que precedem a estréia e servem para o diretor e a equipe da peça identificar e reparar erros que não foram possíveis de localizar durante os ensaios. A partir da estréia, os preços subirão para a partir 15 libras esterlinas.

O público poderá comprar ingressos para assistirem as duas partes do show, que serão vendidos a partir de 20 libras nas “previews”, e 30 libras a partir da estreia oficial. As pessoas poderão ver apenas uma parte da peça se preferirem, comprando o ingresso pela metade dos preços conjuntos.

Harry Potter já foi traduzido para mais de 70 idiomas, já vendeu mais 450 milhões de livros em mais de 200 países. A franquia da saga possui 8 filmes lançados entre 2001 - 2011, que juntos rendem mais de U$ 7,5 bilhões nas bilheterias do mundo.

Uma adaptação de três filmes baseados em  "Animais Fantásticos e Onde Habitam" está confirmada e agora mais essa notícia? E aí????? SURTANDOOOOO??? YEYYYYYYYYYYYYYYYYY!!!!!!


quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Galera Record anuncia pré-venda do "Livro dos personagens de Harry Potter"

A Editora Galera Record anunciou em seu facebook a Pré-venda do "O Livro dos Personagens do Harry Potter" - Um guia indispensável para os bruxos e bruxas de coração, que amam a aclamada série cinematográfica do menino que sobreviveu.

"De Harry, Rony e Hermione, passando por Dumbledore, Hagrid e os comensais da morte de Lorde Voldemort, os filmes da série Harry Potter são marcados por uma extraordinária variedade de personagens, tanto charmosos quanto temíveis. O livro dos personagens de Harry Potter fornece um cativante olhar sobre o processo criativo que possibilitou dar vida aos personagens do mundo bruxo nos cinemas, desde os figurinos e a maquiagem até os efeitos especiais e adereços essenciais. Perfis detalhados de cada personagem incluem ideias de bastidores para os atores, conceitos artísticos nunca antes vistos, ensaios fotográficos, e muitos outros segredos guardados nos arquivos da Warner Bros., além de incríveis materiais extras."

PRECISO! QUERO! ME DÁ! VOU CHORAR! NECESSITO! OBRIGADA!
Para os interessados a pré-venda já se encontra em:

Saraiva
Amazon

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

RESENHA Perdido em Marte de Andy Weir

Título: Perdido em Marte
Título Original: The Martian
Autor: Andy Weir
Editora: Arqueiro
Páginas: 336


Sinopse: Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável , ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

Escolhi o livro pois adoro a temática e estava ansiosa para ler pois a história estaria nos cinemas estrelada por Matt Damon e dirigida por Ridley Scott. Sim, eu sou dessas que curte ler o livro e ver o filme no cinema. Posso dizer que ambos estão muito parecidos e que amei a atuação de Matt Damon nesse filme. Meu sonho é conhecer o espaço e achei o filme sensacional assim como o livro. 

Tudo que assisto ou leio que se passa fora da Terra me deixa cm uma sensação estranha de sufoco. Enquanto acompanho estas histórias, sinto que vai me faltando o ar. E embora eu adorasse ser uma astronauta, sinceramente acho que não daria conta de estar no lugar deles. Principalmente no lugar de Mark Watney, o protagonista de “Perdido em Marte”.

As missões Ares levam muito tempo para serem preparadas e são planejadas para que nada dê errado e para que seus tripulantes saiam de lá com vida e para contar a experiência a todos. No entanto, durante uma “tempestade”, Mark é atingido por uma antena e considerado morto pelos colegas que estavam com ele em Marte. Mas o imprevisto acontece e na verdade, apesar do incidente, Mark está vivo e sozinho em Marte. Não bastasse isso, ele tem bastante consciência da sua situação “lá em cima”. E então começa a planejar meios de sobreviver até que Ares 4 chegue no espaço e possa levá-lo de volta para a Terra.

Imagina a situação! Não bastava ficar sozinho no espaço você ainda sabe que vai morrer caso não consiga arrumar comida, água e oxigênio suficientes. E quais são as probabilidades de isso acontecer em Marte? Diz ai se não é sufocante só de imaginar?

Mas Mark não está só ciente da sua situação como também sabe algumas formas de tentar criar aquilo que precisará para sobreviver, como por exemplo, como plantar batatas no espaço a fim de ter alimento suficiente para não morrer de fome e desnutrido. E é essa sua saga pela sobrevivência que acompanhamos durante a história, que é contada como se estivéssemos lendo o diário que ele resolveu escrever com a esperança de que se o encontrassem morto, pelo menos encontrassem sua história. E quase sempre, ao final dos dias, para amenizar um pouco a sua luta pela sobrevivência, Mark se distraia com as músicas ou com os seriados deixados para trás pelos demais tripulantes da missão que voltaram para a Terra.

O livro também mostra um pouquinho da equipe de suporte das missões na Terra quando se dão conta de que Mark não está morto, mas de que poderá estar muito em breve caso ninguém faça nada para resgatá-lo. Sem nenhuma possibilidade de se comunicarem com ele, ninguém sabe o que ele tem feito para tentar sair dessa vivo.

A história é muito interessante, mas muito minuciosa, o que acredito ser essencial para tornar tudo aquilo um pouco mais “real” aos olhos do leitor. No entanto, para alguém não tão fissurado em detalhes de ficção científica, química, física, etc, (eu!) esses pormenores acabaram tornando a leitura um pouco maçante. Eu não conseguia ler muito por dia porque os detalhes pesavam na minha cabeça. Também senti falta de uma visão mais pessoal, psicológica. Imagina ficar incontáveis dias sozinho no espaço! como isso não mexe com a cabeça da pessoa.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Editora Arqueiro divulga capa de novo romance de Lucinda Riley

A editora Arqueiro divulgou nas redes sociais a capa de "A Irmã da Tempestade", segundo volume da saga "As sete irmãs", de Lucinda Riley, lançado pela Novo Conceito.

A previsão é para o mês que vem. Confiram sinopse e a capa:




Em A irmã da tempestade , segundo volume da série As Sete Irmãs, as vidas de duas grandes mulheres separadas por gerações se entrelaçam numa história sobre amor, ambição, família, perda e o incrível poder de se reinventar quando o destino destrói todas as suas certezas. Ally D’Aplièse é uma grande velejadora e está se preparando para uma importante regata, mas a notícia da morte do pai faz com que ela abandone seus planos e volte para casa, para se reunir com as cinco irmãs. Lá, elas descobrem que Pa Salt – como era carinhosamente chamado pelas filhas adotivas – deixou, para cada uma delas, uma pista sobre suas verdadeiras origens. Apesar do choque, Ally encontra apoio em um grande amor. Porém mais uma vez seu mundo vira de cabeça para baixo, então ela decide seguir as pistas deixadas por Pa Salt e ir em busca do próprio passado. Nessa jornada, ela chega à Noruega, onde descobre que sua história está ligada à da jovem cantora Anna Landvik, que viveu há mais de cem anos e participou da estreia de uma das obras mais famosas do grande compositor Edvard Grieg. E, à medida que mergulha na vida de Anna, Ally começa a se perguntar quem realmente era seu pai adotivo.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

RESENHA Cinco Dias de Julie Lawson Timmer

Título: Cinco Dias
Título Original: Five Days Left
Autora: Julie Lawson Timmer
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368

Sinopse:Até que ponto você estaria disposto a se sacrificar por amor? Mara Nichols é uma advogada bem-sucedida, esposa e mãe dedicada. Ela está doente. Uma doença devastadora. Ela precisa colocar um fim ao sofrimento dos últimos tempos. Scott Coffman é um professor do ensino fundamental que precisa cuidar de um garoto de oito anos enquanto a mãe do menino cumpre pena na prisão. Mara e Scott têm apenas cinco dias para dizer adeus àqueles que amam. Essa talvez seja a maior prova de amor que poderiam dar a essas pessoas.”








“Registre tudo”

Eu amei a capa desse livro e mais uma vez escolhi o livro pela capa e não me decepcionei.

A história segue duas linhas de enredo que, embora separados uns dos outros e de assuntos diferentes, também estão ligados ao núcleo e entrelaçados de vários jeitos. Conhecemos Scott, um pai adotivo de um menino removido do ambiente inseguro e impróprio onde sua mãe foi presa. Scott tem um pouco de um "complexo de salvador" de acordo com sua esposa, ele trabalha com crianças problemáticas e é muito apaixonado, empenhado e dedicado, até demais com o que faz.

"Você vai ser o amor da minha vida. Para o resto da minha vida"

Depois Mara, advogada workahollic e mãe adotiva de Lakshmi, que um dia descobre que ela tem a doença de Huntington – Uma doença sem cura ou tratamento neurológica degenerativa, que ataca as células nervosas do cérebro. Mara sempre se esforçou para ser independente e acaba se sentindo um fardo pra família decidindo que quando sua hora chegar ela mesma vai acabar com o sofrimento dela e da família com as próprias mãos.

"— Acho que o intelecto e a lógica não sabem merda nenhuma de como é ser diagnosticado com uma doença incurável."

O livro é narrado em terceira pessoa e é dividido em seis partes que contam o dia a dia de Mara e Scott. Uma história dolorida e reflexiva entre duas pessoas ligadas pela dor. Cinco dias com seus entes queridos. Cinco dias para se despedirem. Cinco dias para deixarem ir...

Honesto, pensativo, corajoso e de cortar o coração o livro é uma história de despedidas impossíveis, desgosto, amor e perda...vida.  A história da vida e da morte, relacionamentos, obrigações e opções. É um daqueles livros que deixam com ressaca literária e que te marcam pra sempre. Super mais que recomendado.


segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Novo Conceito anuncia capa de novo livro de Saraj Jio

A editora Novo Conceito divulgou em suas redes sociais a capa de "O Bangalô" da autora Sarah Jio. Ainda não tem previsão de lançamento, mas já gostei da capa e sinopse. Confiram:



Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.

No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora.

Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.

O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas… Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.

A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

RESENHA Supernova: A Estrela dos Mortos de Renan Carvalho

Título: Supernova: A Estrela dos Mortos

Editora: Novo Conceito

Autor: Renan Carvalho

Páginas: 480

Sinopse: Após deixar sua cidade natal, Leran está perdido em busca de uma pessoa que possa ajudar sua irmã Luana a controlar seus poderes. Enquanto foge de caçadores colocados em seu encalço, o arqueiro conhecerá novos lugares e aliados para sua jornada. Ao mesmo tempo, Tlavi, a jovem Estrela da Cura, tenta desvendar os mistérios de um criminoso capaz de erguer as forças das trevas no território pacificado do Reino Central. O caminho desses personagens está ligado pelo destino. Será que poderão lutar juntos para descobrir como






“... Não é fácil ser Estrela. Principalmente quando o elemento que se representa é a cura, uma energia altruísta, empática. È natural que os outros vejam você como um ser bondoso, de leve ingenuidade e, por consequência, facilmente enganado. Faço questão de não ser uma pessoa doce. Para mim, a cura não é isso. Ter esse dom implica escolher entre a vida e a morte; ter nas mãos a saúde e a doença. Não existe decisão mais dura.”

O manuscrito estava pronto desde 2014 e finalmente chegou a segunda parte do Supernova de Renan Carvalho! Tão show quanto o primeiro, este livro superou minhas expectativas e o devorei do início ao fim. O segundo volume chega com tudo ampliando o universo de Supernova. Em Supernova tudo se passa em Acigam e agora temos um Universo imenso a ser explorado, lugares incríveis e perigosos, novas cidades, novas personagens, novas batalhas e magias e até...mortes.

Leran e Luana foram embora de Acigam, mas vão passar por sufocos bem maiores que passaram em busca de um lugar melhor. E você achando que Acigam era extraordinária e terrível com seus mistérios né...Nosso arqueiro favorito Leran narra suas aventuras por novas paisagens e nos levam a conhecer a vastidão e as diversidades do mundo fora de Acigan.

"Não existe sucesso sem dor. Não existe vitórias sem perdas.
Para vencer, o que você está disposto a sacrificar?"

Luana é destaque nesse segundo livro. Ela descobre seus poderes e aprende a dominá-los com Tlavi. Os dois irmãos são perseguidos por caçadores que os mandam ser levados de volta pra Acigam, mas ambos fogem para Mabra. Lá encontram Gueth viaja com eles para Nuanto onde poderão encontrar Tlavi.  Tlavi descobre coisas terríveis sobre um ataque em Cimérium.

"Meu pai dizia que eu era altruísta demais, que me preocupava tanto com os outros que acabava me esquecendo de cuidar de mim mesmo. Não sei até onde ele estava certo, mas acho que aprendi a viver assim por causa das plantas. Nada me alegrava mais do que um jardim bem cuidado. Quando transmitia meu carinho e atenção para as mudas, elas cresciam mais belas e isso me deixava feliz. Para mim, as pessoas são iguais às plantas. Se você as rega com carinho, colhe felicidade."

Leran se separa da irmã para os caçadores não a encontrarem e tudo indica que ela vai ser problema pra Leran que fica em segundo plano na narrativa, mas é legal isso pois já conhecemos bastante ele no primeiro livro, agora conhecemos mais Luana.

O livro é dividido em oito partes e narrado por três personagens, Leran, a Tlavi e Gueth, somente um do primeiro livro e outros dois novos. Tlavi é estrela da cura e Gueth irmão dela, os dois são parte importantíssima da história.

A novidade é que o segundo livro estreia com um epílogo no final e um apêndice sensacional que mostra mapas e informações sobre energia que ajudam o leitor a se familiarizar mais com a história. Mais um nacional arrasando e deixando a gente de boca aberta e com vontade de quero mais! Parabéns, Renan!




“ Minha fé não está em deus algum. Ela esta entre os humanos. São eles que podem mudar as coisas, que escolhem fazer o bem ou fazer o mal. E, entre todos, tenho mais fé nos que se mostram amigos, pois são esses os que me fazem sentir-me em casa.”


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Lançamentos de Outubro Editora Novo Conceito

Outubro chega chegando com capas lindas pra gente <3

Atitudes positivas, reconhecimento por um feito artístico, envolvimento cognitivo com o que se gosta e o que se faz bem. Essas são algumas atitudes que fazem parte do Renovo.
O Renovo nos dá a possibilidade de fazer melhor, de ter esperança, de transformar o estado de fatalidade em felicidade mesmo que seja momentânea. É preciso se reinventar para que aconteça a mudança de vida. O Renovo pode, e deve, fazer parte da vida de todos. Superar o que não serve mais e construir hábitos importantes, cada vez mais presentes. A transformação vem de dentro. É essencial querer mudar, procurar a renovação interna com inspirações que vêm de fora. Pense nisso. Renove-se. Inspire-se. Mude.



“Momentos são preciosos; às vezes eles se demoram e, em outras ocasiões, são passageiros, mas, ainda assim, muito pode ser feito durante eles; você pode mudar de ideia, pode salvar uma vida e pode até se apaixonar.”
Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor. Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo. Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?


Qual era o meu problema? Hunt era só um cara qualquer. Homens nunca foram um desafio para mim... ou pelo menos não eram fazia muito tempo. Mas aquele homem... Ele me deixava confusa sem nem mesmo tentar. A maioria das pessoas adoraria passar meses viajando pela Europa após concluir a faculdade sem responsabilidades, sem pais e sem limites no cartão de crédito. Kelsey Summers não é exceção. Ela está no melhor momento de sua vida, pelo menos é o que continua a dizer a si mesma. Tentar descobrir quem realmente você é pode ser um negócio complicado, especialmente quando se está com medo de não gostar do que vai descobrir. Bebidas e festas não são sufi cientes para afastar a solidão de Kelsey, mas talvez Hunt possa ajudá-la. Depois de alguns encontros casuais, eles embarcam em uma aventura pelo continente. A cada nova cidade, uma experiência. A mente de Kelsey torna-se um pouco mais clara e cada vez mais seu coração deixa de pertencer somente a ela. Hunt a ajuda desvendar seus próprios sonhos e desejos. No entanto, quanto mais ela aprende sobre si mesma, mais percebe o quão pouco sabe sobre Hunt.


Alasca, 1920: Um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando um do outro cada vez mais ele, no duro trabalho da fazenda, ela, se perdendo na solidão e no desespero. Em um dos raros momentos juntos durante a primeira nevasca da temporada, eles fazem uma criança de neve. Na manhã seguinte, ela simplesmente desaparece. Jack e Mabel avistam uma menina loira correndo por entre as árvores, mas a criança não é comum. Ela caça com uma raposa-vermelha ao lado e, de alguma forma, consegue sobreviver sozinha no rigoroso inverno do Alasca. Enquanto o casal se esforça para entendê-la uma criança que poderia ter saído das páginas de um conto de fadas , eles começam a amá-la como se ela fosse filha deles. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam ser, e o que aprendem sobre essa misteriosa menina vai transformar a vida de todos eles.


Duas almas destindas a se unirem para sempre. Após a morte de seu pai, Anna Bonnier tenta recuperar um pouco de sua felicidade ao viajar para uma estação de esqui com sua melhor amiga, Loreta. Entretanto, o que era para ser um simples passeio, acaba por se tornar um desafio sobrenatural. Anna conhece o enigmático Raziel e percebe uma forte conexão que vai além da realidade, sobretudo quando descobre que o sentimento que tem por ele atravessa os séculos. Aos poucos, a proximidade que constroem juntos traz novos riscos. O relacionamento amoroso que ela sempre desejou pode desaparecer de forma trágica, assim como o homem que abriu seu coração. Passado, presente e futuro caminham juntos nessa emocionante história de amor e sedução, em que a realidade é capaz de alterar, a qualquer momento, o destino de cada um deles.


quinta-feira, 1 de outubro de 2015

RESENHA E-book O Orfão de Mariana Lucera

Título: O Órfão
Autora: Mariana Lucera
Editora: Amazon
Páginas: 253

Sinopse: Um livro gasto, sem autor e título presencia o suicídio de um jovem casal. Esse é o ponto de partida de O Órfão. 
Quando Pircy Almond, morador da pacata Fancywood dá um tiro na própria cabeça, a obra fica jogada ao chão e é recolhida pela bela Florence Force, que comete suicídio logo em seguida. Julgando ser culpado da tragédia envolvendo o casal, o velho livro resolve contar desde o começo a história dos dois. 
Pircy Almond conhece Florence Force no inverno mais rigoroso de Fancywood. Ele tenta salvá-la, mas acaba sendo resgatado por ela depois de quase morrer congelado. 
Florence é uma garota cheia de mistérios. Não frequenta a escola, quase não sai de casa e a mãe dela não é bem aceita na sociedade de mulheres religiosas da cidadezinha. Sua beleza espantosa a tornou uma moça reclusa e desconfiada, sem amigos. 
O encanto de Pircy por ela cresce a cada dia, no entanto, a garota esconde segredos e uma maldição que vão levá-los diretamente para o inferno antes que possam ficar juntos.

O que pensar de um livro que conta a história dele mesmo? Metalinguagem GENIAL!
É uma viagem fantástica repleta de suspense e mistérios que irão tirar o fôlego do começo ao fim narrada pelo um livro.

"Quando Pircy Almond conheceu Florence Force , ela não estava em seu melhor dia."

Por que a beleza de Florence Force prende tanto Pircy Almond a ela? Por que os dois tem um link tão especial de amor? O que aconteceu depois que o jovem Almond salvou a linda Florence de cometer um suicídio? Nada mais foi a mesma coisa em suas vidas. 

"Nunca me deixe ir, Pircy...nunca."

A vida do pobre Almond já não era das melhores - só tinha um amigo, Jack cérebro de ervilha, além de ser deslocado sofria bullying na escola, o irmão o tratava com indiferença, sua mãe tinha problemas de desgaste nervoso... Coisas estranhas começam a acontecer na vida do garoto: aparições, sonos profundos, uma vontade de nunca mais deixar Florence...e é por aqui que eu tenho que parar de contar pois se eu der mais um detalhe estrago toda a mágica do livro. 

"-Você precisa prometer - coloque sal na soleira de sua porta a noite e também na janela. Não saia or Fancywood quando escurecer..."

Mas posso falar da parte técnica que vai fazer você se interessar bastante pelo livro: Amei a história ter uma bibliotecaaaaaaa! Amo histórias com bibliotecas e essa mais ainda por um mistério envolvido nela (shhhh).

"A livraria era um lugar que Pircy frequentava quase diariamente, a ponto de saber a localização de cada livro à venda..."

Gosto muito das frases de efeito logo nos primeiros capítulos. O esquema de cada capítulo começar com uma música me deixou tão empolgada para saber qual era a próxima música. Fiquei tão felizinha que até criei uma playlist com o nome "O Órfão" no spotify hehehe. 

O livro narrando me encantou e foi o que fez querer saber da história. No começo senti falta dele, mas a história de Florence e Pircy me fisgaram de um jeito tão interessante e esquisito (no quesito suspense) que acabei me entretendo e "esquecendo o livro". Claro que não completamente, mas aqui as "duas" histórias me pegaram de jeito. 

Fiquei com medo do treco que "mandava" na Florence - seria Demônio? Espirito do mal? Morro de medo disso... Eu me perco muito nas leituras às vezes por não conseguir imaginar o que está sendo narrado (por que tenho problema hahaha) ou por achar muito chato. No órfão não me perdi nada! Eu leio "Vera ficou sabendo de tudo enquanto comprava legumes e leite no único mercado da cidade" e já me imagino dentro da sua história só pela forma que você conta a história.

"Você acredita em demônios, Pircy Almond?" 

Aiiiiii meu Deus! Por um momento eu fiquei com raiva da escritora, pois achei que Florence (tenho edo de pronunciar o nome inteiro...vai que...melhor não) ia fazer merda ficando com o insuportável Alfred (irmão de Pircy. SHIU MARIA JULIA você prometeu que não ia falar mais nada....).

Desde o princípio a história me cativou, mas depois do capitulo seis MANO! ENGOLI O LIVRO!
Fique ansiosíssima pra saber o que mais o que mais o que mais....quando descobri que a mãe de Florence tava do lado do demônio fiquei tipo "vadia", mas quando o livro falou com Florence tive ARREPIOS e surtei!

 Mais que recomendado para quem curte um bom suspense e para quem não curte também, pois a autora parece que tem mágina na caneta dela (risos). O livro está neste link aqui por apenas R$5,99 e se eu fosse você iria investigar o que se passa na pequena Fancywood. Muaaaaaaa!