quarta-feira, 7 de outubro de 2015

RESENHA Supernova: A Estrela dos Mortos de Renan Carvalho

Título: Supernova: A Estrela dos Mortos

Editora: Novo Conceito

Autor: Renan Carvalho

Páginas: 480

Sinopse: Após deixar sua cidade natal, Leran está perdido em busca de uma pessoa que possa ajudar sua irmã Luana a controlar seus poderes. Enquanto foge de caçadores colocados em seu encalço, o arqueiro conhecerá novos lugares e aliados para sua jornada. Ao mesmo tempo, Tlavi, a jovem Estrela da Cura, tenta desvendar os mistérios de um criminoso capaz de erguer as forças das trevas no território pacificado do Reino Central. O caminho desses personagens está ligado pelo destino. Será que poderão lutar juntos para descobrir como






“... Não é fácil ser Estrela. Principalmente quando o elemento que se representa é a cura, uma energia altruísta, empática. È natural que os outros vejam você como um ser bondoso, de leve ingenuidade e, por consequência, facilmente enganado. Faço questão de não ser uma pessoa doce. Para mim, a cura não é isso. Ter esse dom implica escolher entre a vida e a morte; ter nas mãos a saúde e a doença. Não existe decisão mais dura.”

O manuscrito estava pronto desde 2014 e finalmente chegou a segunda parte do Supernova de Renan Carvalho! Tão show quanto o primeiro, este livro superou minhas expectativas e o devorei do início ao fim. O segundo volume chega com tudo ampliando o universo de Supernova. Em Supernova tudo se passa em Acigam e agora temos um Universo imenso a ser explorado, lugares incríveis e perigosos, novas cidades, novas personagens, novas batalhas e magias e até...mortes.

Leran e Luana foram embora de Acigam, mas vão passar por sufocos bem maiores que passaram em busca de um lugar melhor. E você achando que Acigam era extraordinária e terrível com seus mistérios né...Nosso arqueiro favorito Leran narra suas aventuras por novas paisagens e nos levam a conhecer a vastidão e as diversidades do mundo fora de Acigan.

"Não existe sucesso sem dor. Não existe vitórias sem perdas.
Para vencer, o que você está disposto a sacrificar?"

Luana é destaque nesse segundo livro. Ela descobre seus poderes e aprende a dominá-los com Tlavi. Os dois irmãos são perseguidos por caçadores que os mandam ser levados de volta pra Acigam, mas ambos fogem para Mabra. Lá encontram Gueth viaja com eles para Nuanto onde poderão encontrar Tlavi.  Tlavi descobre coisas terríveis sobre um ataque em Cimérium.

"Meu pai dizia que eu era altruísta demais, que me preocupava tanto com os outros que acabava me esquecendo de cuidar de mim mesmo. Não sei até onde ele estava certo, mas acho que aprendi a viver assim por causa das plantas. Nada me alegrava mais do que um jardim bem cuidado. Quando transmitia meu carinho e atenção para as mudas, elas cresciam mais belas e isso me deixava feliz. Para mim, as pessoas são iguais às plantas. Se você as rega com carinho, colhe felicidade."

Leran se separa da irmã para os caçadores não a encontrarem e tudo indica que ela vai ser problema pra Leran que fica em segundo plano na narrativa, mas é legal isso pois já conhecemos bastante ele no primeiro livro, agora conhecemos mais Luana.

O livro é dividido em oito partes e narrado por três personagens, Leran, a Tlavi e Gueth, somente um do primeiro livro e outros dois novos. Tlavi é estrela da cura e Gueth irmão dela, os dois são parte importantíssima da história.

A novidade é que o segundo livro estreia com um epílogo no final e um apêndice sensacional que mostra mapas e informações sobre energia que ajudam o leitor a se familiarizar mais com a história. Mais um nacional arrasando e deixando a gente de boca aberta e com vontade de quero mais! Parabéns, Renan!




“ Minha fé não está em deus algum. Ela esta entre os humanos. São eles que podem mudar as coisas, que escolhem fazer o bem ou fazer o mal. E, entre todos, tenho mais fé nos que se mostram amigos, pois são esses os que me fazem sentir-me em casa.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário