segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Ao Mestre Com Carinho: O Poeta e Professor Luiz Vitor Martinello

 

No último final de semana me aconteceu uma surpresa...

Eu nunca falei aqui como minha paixão por Literatura começou né? Bom...desde pequena minha mãe sempre me incentivou comprando livros (e hoje ela fala "MAIS LIVORS"? hahahahaa) e os lendo para mim, meu pai também sempre me dava muitos livros didáticos pois é professor. Cresci no meio da leitura e da educação.


Mas foi em 2002, no meu primeiro colegial, que eu meu apaixonei de vez e casei com a Literatura pra sempre - graças ao meu professor Luiz Vitor Martinello. As aulas dele eram feras! Ele sempre trazia para os alunos uns papeis de xerox com poemas e conteúdos complementares que ajudavam muito na compreensão de poemas, textos e materiais para vestibular.



Fora as leituras complementares e os filmes que ele passava pra gente. Ele incentivava cada um de nós estudantes a ler, pensar, refletir, escrever e suas aulas eram verdadeiros teatros. Ele subia na mesa, cantava, chorava, ria, gargalhava, declamava - "Ahhhh essa Nega Fulôôôô". AH! Que aulas! Aulas que vou manter pra sempre na memória e no coração.

Livros de Poesia do Luiz Vitor

Ele sempre lia meus textos e poemas e falava "tá show", "isso pode melhorar assim, assado", discutíamos muita coisa e era tão gostoso! E por conta de TUDO ISSO eu nunca desisti da Literatura e da Cultura e estou sempre lendo e escrevendo e nunca mais parei!


Vai ter gente falando que eu era aluna puxa saco, mas não tem como não ter sido com um professor tão carinhoso e um mestre que gostava do que fazia e fazia com coração. E no final de semana passado eu estava passeando no calçadão da minha cidade natal (Bauru) e dei de cara com quem? Luiz Vitor Martinello. Ele pediu para eu tirar os óculos de sol e logo me reconheceu.

Eu jamais esperava esse reencontro e foi difícil manter a emoção perto dele, segurei pra não chorar pois um filme passou na minha cabeça (adolescência, sonhos, escola, tempo bom...), jamais imaginava que ia encontrar alguém que teve um papel tão grande na minha educação e no meu gosto cultural novamente.

Esse texto é pra você Luiz Vitor! Para agradecer tudo o que fez por mim que ficou até hoje e que vai ficar pra sempre! Obrigada, Mestre!

Eu e o Mestre Luiz Vitor

Dedicatória no Livro "Me apaixonei por mim mesmo e não fui correspondido"

2 comentários:

  1. Que história linda! Que bom ter alguém assim como mestre! Adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran! Obrigada =D
      VOcê é outra que faz parte da minha caminhada literária, que me ajudou a chegar até aqui e a quem admiro pra caramba os textos - Clarice ;)
      Beijão

      Excluir