segunda-feira, 28 de março de 2016

RESENHA A garota sem passado de Michael Kardos


Título: A Garota sem passado
Título Original: Before He Finds Her
Autor: Michael Kardos
Editora: Arqueiro
Páginas: 304

Sinopse: Num domingo de setembro de 1991, Ramsey Miller deu uma festa em casa para os vizinhos. Depois, assassinou a esposa e a filha de 3 anos. Todo mundo na pacata cidade de Silver Bay conhece a história. Só que todos estão errados. A menina escapou. Sob o nome falso de Melanie Denison, ela passou os últimos quinze anos escondida com os tios numa cidadezinha remota. Nunca pôde viajar, ir a uma festa na escola ou ter internet em casa, porque Ramsey jamais foi encontrado e poderia ir atrás dela a qualquer momento.  Mas, apesar das rígidas regras de segurança impostas pelos tios, Melanie se envolve com um jovem professor da escola local e engravida. Ela decide que seu filho não terá a mesma vida clandestina que ela e, para isso, volta a Silver Bay para fazer o que nem os investigadores locais, nem a polícia federal, nem o FBI conseguiram: encontrar seu pai antes que ele a encontre.

“Certas pessoas simplesmente não prestam e você não pode deixar que elas atrapalhem a sua vida.”

Todos na tranquila cidade de Silver Bay conhecem a história: Setembro de 2011, em uma noite de domingo Ramsey Miller deu uma festa para toda a vizinhança. Ao final da noite uma tragédia: Um assassinato. Miller mata sua bela esposa e a filha de três anos de idade. A esposa foi encontrada em um estado lastimável e toda a comunidade acredita que ele jogou o corpo da filha no rio. A pacata Silver Bay foi marcada por esse episódio de horror e Ramsey Miller jamais foi encontrado.

Todos estavam muito errados... A filha de três anos fugiu e dezoito anos depois ela se cansa de ficar em sigilo. Com o nome Melanie Denison ela passou os últimos quinze anos na pequena cidade de West Virginia, como parte do Programa de Proteção a Testemunhas. Ela nunca foi autorizada a viajar ou até mesmo acessar alguma coisa na internet.

Contudo Melanie entrou em um relacionamento com um jovem professor na escola secundária local e agora se vê grávida. Ela não quer que seu filho viva sempre escondido como ela, desafia seus tutores e volta a Silver Bay na esperança de fazer o que as autoridades não conseguiram fazer no passado: encontrar seu pai antes que ele a encontre.

"O passado era como peixe tirado do mar: escorregadio e nunca tão bonito quando você imaginava."

Confesso que não sou muito chegada em thrillers de mistério domésticos, prefiro terror carnificina (eu sou normal, juro). É a primeira vez que ouço falar de Michael Kardos e ele já excedeu todas as expectativas possíveis que eu poderia ter tido lendo “A Garota sem passado”. Um mistério que realmente me pegou, um thriller que emociona verdadeiramente e uma literatura de qualidade bem escrita daquelas que fica impossível de largar e quando você percebe já são duas da manhã.

Fazendo uma alternação de narrativas Kardos faz um trabalho muito interessante de mostrar o quão mutável e complexa é a natureza humana e quão cheia de faces são as relações humanas e como, por mais que a gente conheça tão bem uma pessoa, nunca sabemos ao certo o que está realmente acontecendo dentro do coração e da mente do outro.

É um romance bem escrito com uma história sólida e de enredo interessante e original. As revelações se mantêm constantes e fazem com a história fique em movimento. É possível e fácil de seguir junto com o passado e presente do enredo e presenciar umas boas voltas e surpresas com um final inesperado. Uma leitura gratificante que muitos leitores desse gênero suspense/thriller irão gostar.

“Mas tudo isso era passado. Ele dera duro para se transformar em outro homem. Um homem de família, prestes a ser pai. Você não é mais aquela pessoa. ”



Um comentário:

  1. Maju! Nossinhora, que resenha!
    Eu QUERO esse livro! Sério, a sua resenha me instigou muito. Eu AMO thrillers. E, aaaai, deus me livre das estórias cheias de carnificina =P.

    Eu tô lendo "Garota exemplar". Tô quase no fim e, poxa, tô amando. Livros assim, com enredo de tirar o fôlego e com personagens muito bem construídos e de personalidades ímpares, me ganham facilmente.

    Valeu pela dica.
    Beijo!

    Blog || Fan Page

    ResponderExcluir