quarta-feira, 22 de junho de 2016

RESENHA "O pedido", Meg Cabot

Por Francine Estevão

Título: O Pedido
Título Original: The Proposal
Autora: Meg Cabot
Editora: Record

Sinopse: O último lugar em que Suze Simon espera estar durante o Dia dos Namorados é um cemitério. Mas isso é o que acontece quando você é um mediador - amaldiçoado com o "dom" de se comunicar com os mortos. Foi assim que Suze acabou nas sepulturas de um par de fantasmas cujo drama de não termina com a morte. É o trabalho de Suze levá-los para o "destino final".
Mas os fantasmas não são os únicos com problemas. A razão de Suze estar passando o Dia dos Namorados com os mortos-vivos, em vez de seu namorado, Jesse, é porque ele está tendo muita dificuldade para se ajustar à vida após a morte... não é surpreendente, considerando o fato de que ele costumava ser um fantasma também...



Depois de quase 12 anos desde o fim de “A Mediadora”, da Meg Cabot, chega às livrarias agora em julho “Lembrança”, o sétimo livro da série (em pré-venda pelo site da Saraiva). Mas, enquanto o livro não é lançado, a editora Record, casa brasileira da autora, lançou gratuitamente na Amazon o conto que antecede a continuação da história (clique no link para fazer o download do conto). 



O Pedido” é curtinho, mas com todos os elementos que nos fizeram ficar apaixonados pela série. A história do conto se passa algum tempo depois de “Crepúsculo”, o 6º livro, e pouco antes de “Lembrança”, o 7º, no dia dos namorados quando Jesse (meu fantasma favorito) pede Suze em casamento.

Meg Cabot nos situa contando o que aconteceu com Suze e Jesse depois que a mediadora trouxe seu namorado-fantasma de volta para a terra dos vivos. Sem dar muito spoiler, Jesse está estudando medicina e Suze estuda psicologia. Ela ainda faz “serviços” de mediação e no conto terá que lidar com o fantasma de um jovem que morreu num acidente de carro junto com sua namorada e que volta para se vingar do rapaz que provocou o acidente.

Apesar de ser bem breve, o conto ajuda a matar a saudade de Suze e Jesse e cria nos leitores a expectativa pelo que virá pela frente em “Lembrança”. Mal posso esperar!



Nenhum comentário:

Postar um comentário