quarta-feira, 31 de agosto de 2016

RESENHA Os Tambores do Outono - Outlander #04 Parte II de Diana Gabaldon

Por Mariana Lucera

Título: Os Tambores do Outono - Outlander #04 Parte II
Autora: Diana Gabaldon
Páginas: 469
Editora: Arqueiro

Sinopse: Será possível alterar o passado? Depois de voltar no tempo à Escócia do século XVIII e reencontrar Jamie Fraser, o amor de sua vida, Claire Randall seguiu com ele para o Novo Mundo. Agora eles moram na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e Jamie, com o auxílio da misteriosa e autoritária Jocasta Cameron, conseguiu tornar-se uma pessoa influente. As coisas finalmente parecem estar entrando nos eixos. Duzentos anos à frente, a filha dos dois, Brianna, encontra um recorte de jornal antigo e descobre que Claire e Jamie morrerão em um incêndio. Isso, somado à sua curiosidade em relação ao pai biológico e à saudade que sente da mãe, faz com que deixe o namorado para trás e se lance através do círculo de pedras em uma aterrorizante jornada rumo ao desconhecido. Para salvar a vida daqueles que ama, ela tentará mudar o passado, mesmo que isso signifique colocar em risco o próprio futuro. Assim que fica sabendo o que a namorada fez, Roger Wakefield abandona seu emprego de professor e decide segui-la. Mais uma vez, a força do amor ultrapassa obstáculos, vencendo tempo e espaço, e dá início a uma nova e fantástica fase nesta saga antológica. Na segunda parte de ''Os tambores do outono'' , Diana Gabaldon conta as aventuras de uma jovem destemida no atribulado século XVIII. Unindo sentimentos atemporais como culpa, raiva e amor a uma cuidadosa pesquisa histórica, a autora constrói uma trama inesquecível, com reencontros de tirar o fôlego e um desfecho emocionante.


Tenho acompanhado a saga de Claire e Jaime desde que a editora Saída de Emergência, e agora a Arqueiro, trouxeram uma nova roupagem à série de Diana Gabaldon. Desde o início fiquei apaixonada por esse casal que enfrenta todas as barreiras possíveis para ficar juntos, incluindo tempo e espaço.

A primeira parte de Os tambores do Outono mostra Claire e Jaime vivendo na Carolina do Norte, construindo uma propriedade para eles, depois de terem deixado para traz todos os perigos da escócia e da busca pelo sobrinho Ian. 

No início da segunda parte, Brianna ganha mais vida no livro. A filha de Claire e Jaime finalmente vai atravessar o círculo de pedras em busca de seus pais. 

Sua passagem pela Escócia e pela propriedade dos Fraser, incluindo seu encontro com Jane, sua tia, é muito emocionante. Brianna nasceu no futuro, em outro tempo. Foi criada sem saber se suas origens, só descobertas quando sua mãe resolveu regressar para reencontrar Jaime, então esse momento em que ela descobre sobre seus antepassados e vê um quadro da sua avó paterna é muito bonito. Assim como é emocionante o encontro da jovem com Jaime. Ela cresceu criada por Frank, considerando ele seu pai. Mesmo depois de Claire lhe contar que Jaime era seu pai, a garota se recusava a pensar nele dessa forma, pois acreditava estar traindo a memória de Franl Randal, no entanto, ao se aproximar cada vez mais de Jaime e de vê-lo fazer de tudo para trazer Roger de volta para ela, não tem como a garota não passar a vê-lo como seu verdadeiro pai.

O único ponto negativo da história é que a autora é meio obcecada pelo estupro. Sério, o único ponto que odiei foi a trama de Brianna. Os próximos livros dão a entender que serão mais focados na história do casal Roger e Brianna, que agora devem ficar no passado, junto a Claire e Jaime. Sinceramente, não sei se vou gostar disso. Foi por Claire e Jaime que me apaixonei e tivemos muito pouco deles nesse volume. 

Claire e Jaime já passaram por tramas e aventuras bem mirabolantes, não sei se eles dão conta de segurar mais um livro focado neles, pois ambos chegaram a meia idade, não são mais um casal jovem e propenso a se meter em encrencas. No entanto, a tentativa da autora de criar uma segunda geração, com o casal Roger e Brianna não deu muito certo nesse início. Eles não tem o carisma dos primeiros protagonistas. Mesmo assim o livro é muito bom, uma viagem no tempo, extremamente bem escrito, como todos da série até agora.

Spoiler Alert!

A dúvida se o filho dela seria ou não do Roger por causa do estupro foi totalmente desnecessária. Não gostei. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário