quarta-feira, 3 de agosto de 2016

RESENHA Sérgio Moro de Luiz Scarpino

Tìtulo: Sérgio Moro – O Homem, o Juíz e O Brasil
Editora: Novas Ideias (Novo Conceito)
Autor: Luiz Scarpino
Páginas: 208

Sinopse: Conheça a vida de Sérgio Moro, desde a infância em Maringá até a trajetória acadêmica, a participação nos programas promovidos pelos Estados Unidos sobre lavagem de dinheiro, as inspirações, além das amizades que construiu ao longo dos anos e como veio a se tornar juiz federal. Você perceberá que o juiz Sérgio Moro, durante sua carreira , conduziu outros grandes casos de combate a corrupção no Brasil, como o Escândalo do Banestado, o Farol da Colina e o Mensalão, antes mesmo de comandar a operação Lava Jato, o esquema bilionário de desvio e lavagem de dinheiro que envolveu a Petrobrás e trouxe enormes perdas para o país. Nesse importante momento histórico, você notará que Sérgio Moro é hoje a figura mais representativa em um processo de evolução que virou sinônimo de esperança para o povo, além de se tornar um símbolo que abre a possibilidade de darmos um salto ético e crer que dias melhores estão por vir na nação brasileira.


“São os novos e auspiciosos tempos”

Luiz Scarpino é professor dos cursos de Jornalismo e Direito da UNAERP (Universidade de Ribeirão Preto). É também advogado renomado Sócio da Scarpino Sociedade Advogados e Coordenados da Comissão de Direito Eleitoral da 12ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

O juiz paranaense Sérgio Fernando Moro virou uma espécie de “paixão nacional” por comandar o julgamento dos crimes na Operação Lava Jato, apontada pelo Ministério Público Federal como o maior caso de corrupção já acurado no Brasil. A Novo Conceito então lançou o livro do autor nacional, Luiz Scarpino, e logo o mercado editorial também se aproveitou desse estilo de livro e da popularidade do juiz para lançar títulos com o nome Sérgio Moro.

“Moro é apenas humano, demasiado humano, como diria a obra homônima de Nietzsche. Nem por isso deve-se tolher a sua importância. Em épocas de idolatria pura, ou de políticos embalados no puro Marketing (e com pouco conteúdo), é um alento contar com um juiz da trajetória de Moro na condução da operação mais complexa já enfrentada quando aos esquemas corruptivos.”

É assim que começa essa “não biografia” (como define o autor – “o livro não é uma biografia, não faria uma biografia de alguém vivo que ainda tem uma história se escrevendo. Considero o livro uma espécie de 'manual' para entender a Lava Jato) "Sérgio Moro – o homem, o Juíz e o Brasil”. Sérgio Fernando Moro tem uma história rica de vida. É descendente de Italianos vindos da região do Vêneto. Filho de pais educadores – a mãe, Odete Starle Moro, professora de português. O pai, Dalton Áureo Moro, ex-professor de geografia.

Sérgio estudou treze anos de educação católica e cursou direito na UEM. Em seguida cursou o mestrado e doutorado na Universidade Federal do Paraná e alguns anos depois passou no concurso e mudou-se para Curitiba para assumir o cargo de juiz na sede da Justiça Federal.

Depois de saber da trajetória do juiz Sérgio Moro Scarpino faz uma análise sobre o que esperar do Brasil após a conclusão das investigações e nos ajuda a entender sobre a maior investigação sobre a corrupção no Brasil: A opção Lava Jato. Pra administrar essa Operação o juiz Federal Sérgio Moro se inspirou na Operação dos anos 90 Italiana “Mãos Limpas”.

"A Operação Mãos Limpas (em italiano: Mani Pulite), inicialmente chamada Caso Tangentopoli (em italiano: cidade do suborno), em referência a cidade de Milão, foi uma investigação judicial de grande envergadura na Itália, tendo início em Milão que visava esclarecer casos de corrupção durante a década de 1990 (no período de 1992 a 1996) na sequência do escândalo do Banco Ambrosiano em 1982, que implicava a Máfia, o Banco do Vaticano e a loja maçônica P2. A Operação Mãos Limpas, coordenada pelo juiz Giovanni Falcone, morto em atentado pelo crime organizado, em 1992, levou ao fim da chamada Primeira República Italiana (1945 – 1994) e ao desaparecimento de muitos partidos políticos. Muitos políticos e industriais cometeram suicídio quando os seus crimes foram descobertos, enquanto outros se tornaram foragidos, dentro e fora do país."

Para Scarpino, a Lava Jato é a solução total do Brasil, mas sim, ajuda no combate à corrupção apesar de muito ainda estar por vir. Não é nada meu estilo ler este livro, mas quis saber um pouco mais e entender um pouco mais de história e política e também nós cobramos muitos e fazemos pouco, estudamos poucos e entendemos pouco, por isso resolvi encarar esse desafio de ler um livro sobre política. Scarpino fala disso no livro também. Que a sociedade cobra do Judiciário uma atuação limpa e rápida mas não cabe a nós só cobrar; a sociedade tem que se informar, ler e depois votar com consciência. Um livro que muito em breve será adotado por muitas escolas e professores história e política e que deve ser lido por todos que querem se inteirar mais sobre esse furacão da Lava Jato.

“Entretanto, quando se pensa em combater a corrupção, que fique muito bem claro: A Lava Jato apenas pode ser o começo, e não um fim em si mesma.”

Um comentário:

  1. Fico feliz que tenha resolvido encarar esse desafio. Realmente,a Lava Jato fala muito sobre o Brasil que somos e o que queremos. Agradeço pela menção em seu espaço. Um abraço, Luiz Scarpino

    ResponderExcluir