terça-feira, 29 de novembro de 2011

RESENHA: "Muito Mais que uma Princesa" de Laura Lee Guhrke


Por Francine Estevão


Título Original: She's No Princess
Título Nacional: Muito Mais que uma Princesa
Tradução:
Cecília Gouvêa Dourado
Ano de Lançamento: 2008
Número de Páginas:
344
Categoria:
Romance Histórico
Editora: Essência



Sinopse: 
Filha ilegítima de um príncipe e de uma famosa cortesã, Lucia viveu confinada em escolas e conventos durante a maior da vida. Mas, essas experiências não a impediram de provocar um escândalo depois do outro. Exasperado, o príncipe Cesare de Bolgheri decide que a filha deveria se casar o quanto antes. Para arranjar o casamento, Sir Ian Moore, o mais respeitado diplomata britânico, é chamado às pressas. De volta à Inglaterra, ele promete a si mesmo que achará um marido para Lucia, mas logo vê que sua experiência de diplomata talvez não seja suficiente para quebrar a resistência da moça. Apesar de não faltarem candidatos, nenhum está à altura do espírito e da paixão de Lucia. Trata-se Uma história que surpreende o leitor do início ao fim.

Resenha/Crítica: 

Primeiramente devo deixar claro que amo romances históricos escritos atualmente. Segundo, ele me fez lembrar um dos melhores livros que já li na vida, “A Rosa do Inverno”. Até porque a linguagem utilizada por Laura Lee Guhrke é bem parecida com a utilizada por uma das melhores no gênero, Patrícia Cabot (pseudônimo utilizado pela autora de livros infanto-juvenil, Meg Cabot).

Lucia é filha ilegítima do príncipe Cesare com a cortesã Francesca. Depois de passar anos sendo transferida de um lugar para outro por causa do seu temperamento não adequado para uma mulher da época, Lucia vai parar na casa do pai e, escondida, leva a meia-irmã para uma festa de Carnaval. Quando o pai de Lucia descobre, ele determina que um diplomata inglês, Ian Moore, arranje um casamento para ela antes que o escândalo se espalhe. Ah, Ian. O “inglês” que tem o hábito de fazer apenas o que é certo quer logo se desvencilhar do trabalho com a bastarda e voltar a cuidar de questões diplomáticas que envolvem cidades, estados e países. Mas não é tão simples quanto ele pensa se livrar da geniosa Lucia, que só aceita se casar se for por amor.

Ele a leva para morar na casa de seu irmão, Dylan, enquanto sua cunhada, Grace, ajuda a jovem a se adequar a sociedade e tentar ser aceita por um bom partido.

Aos poucos, enquanto o duro e gélido Ian vai cedendo aos encantos da teimosa Lucia e ela não consegue mais resistir àquele coração de pedra, um jogo vai se formando entre os dois até que o grande plano de Lucia se concretiza.

O livro é bem previsível no início, mas a leitura é tão envolvente e comovente que você até esquece que já imagina o final e não quer mais parar de ler, devorando o livro rapidamente.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. achei esse livro uma afronta!!! a mocinha é fria interesseira manipuladora e egoísta ao extremo
    quem ama não usa os outros como ela usa o Ian para se dar bem
    o golpe q ela aplica nele é absolutamente imperdoável
    o Ian é magnífico maravilhoso TDB e não merece uma criatura calculista e mimada como essa

    ResponderExcluir