sexta-feira, 22 de junho de 2012

CLUBE DO LIVRO FNAC: Sexto Encontro da Sociedade do Livro no Espaço Eventos da FNAC Ribeirão Preto

Por Sociedade do Livro



Este post pode ter alguns spoilers do livro "Possuída" de Vanessa Bosso
O sexto encontro da Sociedade do Livro, dia 20 de junho de 2012, às 19h30 no espaço de eventos da FNAC Ribeirão Preto foi cheio de comentários, discussões e muita, muita chuva na cidade.
O livro discutido foi “Possuída” da ribeirão pretana Vanessa Bosso que, para nossa felicidade, estava presente no encontro e provavelmente deve ter saído de lá achando que nós, coordenadoras da Sociedade, somos três loucas com imaginação muito fértil.
O encontro do mês de junho foi dedicado só ao livro da Vanessa, já que comentamos tanto sobre a história de Alicia, Gael e Lucian que quando vimos já era hora de votar no livro do mês seguinte.
“Possuída” narra a história de Alicia, uma adolescente que mora com o irmão depois que um trágico acidente tirou a vida de seus pais e de seu irmão mais novo. Tudo muda na pacata vida da adolescente quando Lucian, um cara sexy e maravilhoso chega na escola em que Alicia estuda. O que Alicia não sabe é que seu anjo da guarda está preso na árvore da morte nos confins do inferno, e que Lucian e seu pai – Lucifer – tem um plano que irá destruir a vida de todos, e para que isso de certo, eles irão precisar de Alicia.
Comentamos sobre tudo no livro. T-u-d-o mesmo. Sobre Lucian e seu Camaro, sobre Gael ter anteninhas e ser verde em determinado momento da história de acordo com uma das coordenadoras do Clube, sobre o Camaro de Lucian, sobre o Gael não ter anteninhas em nenhuma parte da história, sobre Lucian ter um Camaro, sobre Gael ser o anjo da guarda mais fofo do mundo, sobre Lucian ser o cara mais sexy do mundo...e ter um Camaro. Na verdade, a discussão sobre Gael e Lucian tomou conta de uma boa parte do debate.
Também falamos como queríamos afogar a Alicia para roubar o pacotinho que ela precisa abrir, mas não abre. Imaginamos um monte de estratégias para que ela abrisse o pacotinho: como o pai de Alicia descer do céu e falar para ela abrir de uma vez o pacotinho, também comentamos que se fossemos amigas de Alicia iríamos abrir o pacotinho primeiro. Imaginamos tantas maneiras de abrir o pacotinho antes de Alicia, que o pai de uma das coordenadoras que estava presente e leu o livro, ficou assustado como que nós conseguíamos realmente incorporar a história. 

E a gente diz: A base é uma boa imaginação fértil. 

Se uma coordenadora conseguiu imaginar o Gael com anteninhas e verde ao estilo das fadas do novo filme da Branca de Neve (Branca de Neve e o Caçador), tudo pode ser imaginado. Outra coordenadora até conseguiu prever o futuro do universo só analisando os desenhos do livro – e ela os analisou por muito tempo. Chegamos até a tentar convencer a Vanessa a dar uma continuação na história. Depois que entendemos que não iria acontecer, começamos a combinar de escrever uma fanfic para história. E ai o debate Lucian x Gael e quem seria o principal entrou no debate. De novo. E o Camaro também.
Debatemos sobre o susto no espelho que Alicia leva, a mensagem nos feijões espalhados pelo chão e o momento Chico Xavier do livro e chegamos na conclusão que para uma imaginação fértil que nem a das coordenadoras, “Possuída” não é um livro que se deva ler a noite. Discutimos também sobre o final incrível do livro, as ligações entre uma trama e outra que nos faz perder o fôlego. Também falamos da criatividade de Vanessa de imaginar espectros do mal saindo de buracos de minhoca (#dahora).
Comentamos também que Vanessa tem uma escrita fácil de ser lida, que não trava. Flui normalmente. Como se as palavras realmente dessem lugar as imagens.
Foi um debate mais que adorável. Um dos primeiros debates que discutimos como se os personagens fossem pessoas reais de tão cativantes que eles se tornaram, como se a vida deles realmente estivesse em risco.
Depois de horas divagando sobre o mundo de Gael e Lucian, tinha chegado a hora de votar nos indicados para o debate do mês de julho, que foram: “Você esta Sendo Vigiado” de Gregg Hurwitz, “Resposta Certa” de David Nicholls, “Tudo que Ela sempre quis” de Barbara Freethy e “Do seu Lado” de Fernanda Saads. Com a maioria dos votos, o vencedor foi “Tudo que ela sempre quis” de Barbara Freethy.
Agradecemos o apoio da FNAC Ribeirão Preto por ceder o espaço eventos para os encontros mensais. Também agradecemos a presença da Vanessa Bosso – adoramos, adoramos, adoramos conversar sobre “Possuída” com você! - Agradecemos as editoras parceiras: Editora Arqueiro, Universo dos Livros e Lua de Papel. Agradecemos também aos nossos participantes presentes em mais um encontro da Sociedade do Livro.

Esperamos vocês no próximo encontro da Sociedade do Livro às 19h30 no espaço de eventos da FNAC Ribeirão Preto para debater sobre o livro "Tudo que ela sempre quis" de Barbara Freethy!

2 comentários: